Em assembleia geral, policiais civis do DF decidem dar mais um voto de confiança ao GDF, mas continuar mobilizados

0
9

 

O Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) realizou na tarde desta quinta-feira (25) mais uma Assembleia Geral Extraordinária, desta vez no Complexo da Polícia Civil do Distrito Federal. Na pauta estiveram as negociações para o envio da mensagem que mantém a isonomia com a Polícia Federal, deflagração de movimentos em conjunto entre as entidades representativas e outros assuntos.

Foram deliberados os seguintes pontos:

 

– A operação PCDF Legal está mantida;

– AGE na próxima quinta (1º), na Praça do Buriti;

– Criação de um comando de mobilização integrado por policiais da ativa e aposentados para acompanhar a mobilização, realizar atos e visitar as unidades policiais;

– O atendimento nos postos de Identificação será realizado apenas a casos já agendados e portadores de PNE;

– Comunicar à população quando for registrar ocorrência que as perícias estão atrasadas e estão demorando de três a quatro dias para começar;

– Os cursos promovidos pela Academia de Polícia deverão ocorrer apenas no horário de trabalho;

– As ocorrências serão homologados apenas pelo delegado;

– Os advogados do sindicato já foram acionados para peticionar na justiça a publicação das exonerações;

Após a Assembleia, os policiais civis foram até o prédio da Direção Geral para uma manifestação contra o Diretor de Comunicação da PCDF, Miguel Lucena, por conta das declarações que ele tem dado à imprensa. Exigiram também uma retratação imediata e que ele assine a entrega de seu cargo comissionado, assim como fizeram outros mil policiais. A AGE reuniu cerca de três mil policiais.

ASSESSORIA DE IMPRENSA – SINPOL-DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui