Em nota, Chico Vigilante pede providências contra a onda de violência no Maranhão

1
14

Sou maranhense, estou em Brasília desde 1977 e sei das condições desumanas que aquelas pessoas moram lá: muitos moram em vilas, frutos de invasões irregulares e sem condições dignas de habitação. Mas nada leva e justifica a situação terrível na capital São Luis enfrenta neste momento, com o crime tentando se impor perante o Estado.  É preciso que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, reaja a altura do momento dos acontecimentos e que o governado Federal colabore de maneira decisiva para que possa calar aquela bandidagem.

Neste momento, em que assistimos essa verdadeira barbárie. Mais do que nunca, precisamos fazer com que as penas deste país sejam endurecidas. Não dá para assistir passivamente a brutalidade com que foi o ato do assassinato daquela criança. Um anjinho, como dizia minha mãe, que foi queimada viva dentro daquele ônibus.  Este ato é a demonstração clara que aqueles bandidos não têm alma. Por pior que seja o bandido, eles sempre respeitaram as crianças. Essa é a demonstração clara da bestificação  completa do ser humano: são elementos que deixam de ser seres humanos e viram verdadeiras bestas. Não podemos aceitar, em hipótese nenhuma, a situação que o Maranhão enfrenta neste momento. As autoridades têm que reagir a altura.

Fica aqui a minha solidariedade ao povo do estado Maranhão. Tenho certeza que a ordem é de se impor novamente e tirar aquela população do caos que está estabelecido. A Ação Enérgica do governo do estado e do governo federal é fundamental para que aquela situação não volte a se repetir.

Chico Vigilante, líder do Bloco PT/PRB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui