Empresa de Edinho faturou R$ 474 milhões com publicidade do governo

0
8

O jornalista assinou os seis últimos comerciais e mais um programa de propaganda do PT com 10 minutos

Jaqueline Maia/DP/D.A. Press - 19/2/8

O jornalista Edson Barbosa, que foi responsável pela propaganda do PT até este mês, função antes ocupada por João Santana, é dono de empresa que ganhou R$ 474 milhões em contratos de publicidade do governo federal entre 2008 e 2016. A Link Propaganda presta serviços para Correios, Infraero e os ministérios da Agricultura, Transportes e Integração Nacional. Ele aceitou, em dezembro do ano passado, o convite do presidente do PT, Rui Falcão, para retornar ao marketing da legenda, local em que já tinha trabalhado em 2005. Há cerca de 15 dias, a Link ganhou mais um contrato na gestão da presidente Dilma Rousseff (PT): uma prorrogação de R$ 20 milhões por um ano para serviços no Ministério dos Transportes.

Saiba mais

  • “Lula entrou na vala comum”, diz ACM Neto em entrevista ao Correio
  • Por mandato, Dilma se afasta do PT e diz que não governa para um só partido
  • “Japonês da Federal” pretende se aposentar para cuidar da família
  • Ministério Público Federal vai apurar compra de casa por Erenice
    Ministério Público Federal vai apurar compra de casa por Erenice

Edinho, como é conhecido, disse ao Correio que os negócios com o partido se encerraram em 23 de fevereiro, quando foi ao ar o último programa de TV da sigla. Ele assinou os seis últimos comerciais e mais um programa de propaganda com 10 minutos. Edinho refuta de maneira contundente o título de “marqueteiro do PT”. A legenda também. A sigla informou que o jornalista, que comandou o marketing de Eduardo Campos nas duas eleições vitoriosas em Pernambuco, em 2006 e 2010, foi contratado pelo PT, por meio da empresa Conceito Latino, “para produzir o programa partidário deste ano”. Em seu site, a Link informa que atendeu o partido em 2006.

Leia mais notícias em Política

Só nos Correios, a empresa teve um contrato de R$ 62,5 milhões por ano, renovado duas vezes. A última renovação, em 13 de março do ano passado, estendeu a contratação até 6 de março deste ano. Até lá, serão R$ 187 milhões. Segundo a assessoria do PT, “o fato de ser sócio da Link, que venceu concorrências na publicidade governamental, não o interdita nem ao partido para que preste seus serviços legalmente.”

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui