Empresa investigada pela PF não será contemplada pelo GDF para fornecer sozinha merenda escolar

0
203

O lobista Walter Léssio, representante da empresa SP Alimentação, investigada desde 2008 pela Polícia Federal, estava fazendo gestões para abocanhar a merenda escolar do Distrito Federal, em um contrato que pode chegar a R$ 560 milhões.

Nesta terça-feira (6/5), o vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto (AVANTE) entrou em contato com o Blog para comunicar que o o governador Ibaneis Rocha (MDB) cumprirá uma Lei, de autoria do deputado Chico Vigiante (PT), que mantém o emprego das merendeiras que atendem a rede pública de ensino.

“O governador Ibaneis Rocha vai cumprir a lei e vai ampliar e melhorar a merenda escolar, e  não será apenas uma única empresa a fornecer a merenda. Serão cinco ou seis empresas e as merendeiras atuarão como fiscais das refeições”.

Portanto, Léssio pode sair de fininho, porque o sonho de abocanhar sozinho para a empresa SP Alimentação o contrato de fornecimento de merenda escolar no DF já era!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui