Empresário denunciado por sonegação fiscal está cotado para ser o novo ministro da Educação

0
57

Após demissão do ministro da Educação, Abraham Weintraub, o atual secretário da Educação do Paraná, Renato Feder, é o nome mais cotado para assumir o comando da pasta. Mas o empresário, que se reunirá com o presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (23/06), foi denunciado por sonegação fiscal e responde a processo milionário na Justiça de São Paulo, que corre em sigilo. Ou seja: caso se confirme sua nomeação, será mais uma dor de cabeça para o presidente que já tem problemas de sobra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui