Enquanto Judiciário joga fora das quatro linhas, presidente do Senado fica em cima do muro e senadores reagem

Senadores se reuniram com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, na manhã desta quarta-feira (31), para pedir intervenção do chefe maior do legislativo sobre a ofensiva tocada pelo poder judiciário contra parlamentares de oposição ao governo Lula.

Senadores que participaram:
Izalci (PSDB/DF), Rogério Marinho (PL/RN), Girão (NOVO/CE), Flávio Bolsonaro (PL/RJ), Hamilton Mourão (REPUBLICANOS/RS), Marcos Do Val (PODEMOS/ES), Tereza Cristina (PP/MS), Carlos Portinho (PL/RJ) e Márcio Bittar (UNIÃO BRASIL/AC). Também estiveram presentes o senador Dr Hiran (PP/RR) e o deputado federal Alexandre Ramagem (PL/RJ).

Os senadores buscam estabelecer uma agenda legislativa que inclua medidas para assegurar a autonomia do Legislativo, sendo a principal demanda o fim do foro privilegiado. “Solicitamos o fim do foro privilegiado como uma medida de proteção contra o abuso de poder e a perseguição política”, declarou Eduardo Girao (Novo-CE).

Além disso, estão em discussão no Senado e na Câmara propostas que exigiriam a aprovação das Mesas Diretoras das respectivas Casas para operações policiais envolvendo parlamentares federais, bem como projetos para restringir decisões individuais no STF e estabelecer mandatos para seus ministros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui