Entrevista Dr. Michel (PP) Presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa

0
10
À queima-roupa

 

 

O senhor é do partido do deputado Benedito Domingos. Vai protegê-lo no processo por quebra de decoro
aberto na última quinta-feira?

Não protejo ninguém. Quando era delegado não protegi nem a minha família. Não vai ser por conta de partido que vou mudar isso. Quem fez suas besteiras que a segure.  …

Seu correligionário foi condenado pelo Tribunal de Justiça por corrupção. Ele quebrou o decoro?
Temos que avaliar. A condenação  indica que o deputado condenado quebra o decoro. Mas ainda temos que dar a ele o direito a defesa e avaliar friamente antes do veredicto.

Se o senhor for escolhido relator, será um peso ?
Sem problema algum. Estarei fazendo um trabalho como qualquer outro. O partido não  está em julgamento. O deputado Benedito não é o PP.

Benedito sempre foi um líder importante do PP. Como fica o partido se ele for cassado?

Mesmo assim, poderá ficar no partido. Mas a vida é cíclica. Tem que ser dinâmica. Podem se construir novas lideranças. Ninguém é eterno.

Acha que deve ser voto aberto ou secreto?
Sempre voto aberto. Deputado não pode ficar em cima do muro, senão leva pedrada dos dois lados.

O PPCub  está pronto para votar?
Ainda falta muita coisa. Temos que analisar isso aí. Eu ainda não estou preparado para votar.

 

Fonte: Ana Maria Campos e Helena Mader, Coluna Eixo Capital – Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui