ESCULHAMBAÇÃO NA HABITAÇÃO

1
6

O GDF exonerou 14 funcionários da Secretaria de Habitação. Foi constatado que eram empregados fantasmas. Estavam lotados no órgão, mas não compareciam ao trabalho no local. O que parece ser uma medida saneadora só abriu brecha para outro arranjo. Os exonerados seriam pessoas ligadas diretamente ao deputado distrital Paulo Roriz (DEM), que agora faz parte do bloco dos independentes, um tipo de oposição ao governador Rogério Rosso.

Saiu então o pessoal de Paulo Roriz para entrar agora mais gente da turma do deputado Batista das Cooperativas (PRP). Batista, ao contário de Paulo Roriz, votou em Rosso na eleição indireta na Câmara Legislativa há 1 mês. Ficou contrariado num primeiro momento ao ver a Secretaria de Habitação ser tomada por indicados de outro deputado: no caso, o colega de partido de Rosso, Benício Tavares (PMDB).

Agora, porém, Batista está sendo agraciado. Conseguiu reacomodar na Secretaria de Habitação seus cabos eleitorais. Os mesmo que foram demitidos da Administração Regional de Águas Claras, pouco tempo atrás, exatamente acusados de prestar serviço a Batista e não à adminsitração.

Entre elas, a namorada de seu filho. Saiu da administração regional e ganhou cargo agora na Secretaria de Habitação. O grave é que pessoas sem perfil técnico, sem perfil profissional adequado estão ocupando vagas importantes, que lidam com assuntos  onde é necessário conhecimento sobre Lei de Responsabilidade Fiscal. Fonte: blog da Samanta/correio braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui