Esdrúxulo um

0
13

 

Eventual cassação dos três distritais já condenados em função de denúncias surgidas após a Operação Caixa de Pandora, ainda que improvável, levaria a uma situação esdrúxula. Benedito Domingos, Rôney Nemer e Aylton Gomes, ao que tudo indica, chegariam às eleições do ano que vem na condição de fichas limpas. Afinal, sua condenação ocorreu em juízo singular, não em órgão colegiado. Poderiam, salvo pelo efeito direto da cassação, concorrer a novo mandato e ser reeleitos. Ainda por cima, haveria constrangimento adicional caso, cassados pelos colegas, forem absolvidos em instância superior.

 

 

Esdrúxulo dois

 

Não seria a única decorrência esdrúxula de eventual cassação. Os três distritais, condenados em primeira instância e ainda na condição de fichas limpas, perderiam os mandatos antes de três deputados federais, condenados pela mais alta instância do País, o Supremo Tribunal Federal, que permanecem no exercício dos cargos.

 

 

Fonte: Eduardo Brito/Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui