Espiões X Espiões

1
7

spyNo Palácio do Buriti há uma guerra de espionagem que, além de dar nojo, revela muitas semelhanças entre o atual governo e seu antecessor. Vamos lá: No início do governo de Agnelo Queiroz (PT) a coisa funcionava assim:

– Havia um secretário poderoso, Paulo Tadeu,  que só nomeava amigos,  amava os blogs durante a campanha eleitoral mas passou a odiá-los no governo porque denunciavam desmandos e outras idiotices de quem achava que sabia o que estava fazendo.

– Montou-se uma equipe para acompanhar, investigar, denunciar e principalmente caluniar blogueiros políticos. Posteriormente todos os mentores foram descobertos e exonerados, e o governo do PT ganhou um grande escândalo de arapongagem.

– A equipe de Agnelo não sabia o que fazer, e o então secretário de Comunicação simplesmente não comunicava direito e o secretário de Governo, além de incompetente, também não sabia o que fazer diante de tantos problemas.

– Dentro do governo de Agnelo, existiam dois grupos: um, comandado por um agente da lei que arapongava aliados e jornalistas, e outro, ligado a conhecido coronel, que fazia o mesmo serviço e que também arapongava o então secretário de Governo.

Era todo mundo monitorando e denunciando o próprio governo na tentativa de derrubar companheiros com opiniões contrárias. Ao invés de trabalhar, mostrar serviço, competência e transparência, o governo de Agnelo pecou por tentar calar blogueiros que denunciavam desmandos. Pecou exatamente aí e sequer conseguiu ir para o segundo turno.

Agnelo Queiroz só começou a governar quando se livrou de Paulo Tadeu e de Abimael (Comunicação) e parou de atacar e arapongar blogueiros e jornalistas, mas já era tarde demais.

Basta estudar a história para tentar evitar novo fiasco. E como costumo dizer, mandatos passam. Os Blogs permanecem.

 

 

 

 

 

Fonte: Donny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui