MAIS
    HomeDistrito FederalEstudantes da rede pública são premiados por projetos de empreendedorismo

    Estudantes da rede pública são premiados por projetos de empreendedorismo

    Mais de 15 mil estudantes da rede pública de ensino, entre 15 e 29 anos, participaram do programa Empreendedor do Futuro. Entre eles, mais de 700 foram premiados com os melhores projetos de negócios na tarde dessa quinta-feira (16). A iniciativa é uma parceria entre o Sebrae-DF, a Secretaria de Educação e a Secretaria da Juventude. O objetivo é incentivar os jovens a concretizarem projetos, sonhos e contribuir para transformar a realidade social e econômica do DF e do Brasil.

    Mais de 700 estudantes da rede pública foram premiados com os melhores projetos de negócios no Empreendedor do Futuro | Fotos: Álvaro Henrique/Ascom SEEDF

    Durante a cerimônia de premiação, a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, destacou a importância da participação dos alunos durante os 12 meses de projeto. “O melhor e maior prêmio para nós, servidores da Educação, é saber que vocês estão crescendo e sendo protagonistas de suas próprias histórias. Tudo o que fazemos por nossos estudantes é por amor, com o objetivo de proporcionar a vocês o máximo de conhecimento, principalmente agora que participaram de algo tão grandioso e importante para suas carreiras”, disse.

    Onze escolas públicas abraçaram o projeto e foram premiadas. Foram realizadas atividades presenciais e online com materiais relacionados ao empreendedorismo a fim de estimular a experiência prática de elaboração de projetos sobre modelos e planos de negócios. Foram duas equipes por escola e cada time tinha de três a cinco participantes, que deveriam desenvolver projetos com base em uma problemática da convivência do dia a dia, como trabalhos sociais ou até mesmo voluntários.

    Além disso, 41 professores receberam formação com diversos temas, como Educação Empreendedora para Professores do Ensino Médio, Instrumentos que Propiciam ao Estudante o Desenvolvimento de Competências Empreendedoras, A Transversalização do Tema Empreendedorismo em Sala de Aula e o Uso de Metodologias Ativas em Sala e a Aplicação Prática dos Professores aos Estudantes.

    Ágatha Belém, 17 anos, aluna do CEM 111 do Recanto das Emas, ficou em primeiro lugar com sua equipe após desenvolver projeto que visa promover práticas de sustentabilidade em escolas, com foco em atividades lúdicas

    Premiação

    Cada integrante da equipe que ficou em primeiro lugar foi agraciado com um notebook e as equipes que ficaram em segundo ganharam tablets para continuarem desenvolvendo seus projetos com um equipamento de qualidade. O secretário da Juventude, Rodrigo Delmasso, incentivou os alunos após a premiação. “Vocês devem valorizar o trabalho que cada diretor de cada unidade de ensino realiza, pois é indescritível, eles são apaixonados pelo que fazem. Hoje vocês chegaram até aqui por acreditar na capacidade que têm, portanto, não parem, continuem, estudem, desenvolvam projetos para alcançarem algo bom no futuro”, ressaltou.

    Aluna do CEM 111 do Recanto das Emas, Ágatha Belém, 17 anos, ficou em primeiro lugar com sua equipe após desenvolver o projeto Sustentabilidade em Ação, que visa promover práticas de sustentabilidade em escolas, com foco em atividades lúdicas para alunos e adoção de hábitos saudáveis e sustentáveis. Para ela, além de ter sido um grande avanço na carreira profissional, o sonho de toda a equipe é poder realmente continuar e alcançar outros objetivos. “Foi muito bom poder participar desta iniciativa, pois trabalhamos o ano inteiro com satisfação e agora a meta é ter a oportunidade de expandir o projeto para que possamos alcançar toda a comunidade”, destacou.

    “Importante esse reconhecimento para que o público saiba que o Empreendedor do Futuro realmente existe e vale a pena participar. Não é algo que fica somente na teoria, eles nos reconhecem na prática”
    Érica Elaine Padilha, 18 anos, aluna do Cemi do Cruzeiro

    Além de projetos que são criados especificamente para a escola, existem também aqueles que servem para beneficiar o público jovem, assim como o Wannabe. Ele foi desenvolvido por cinco estudantes do Cemi do Cruzeiro e consiste em customização de peças de roupas que podem ser utilizadas e reutilizadas no cotidiano.

    Dois dos vencedores, Gabriel Landim, 17 anos, e Érica Elaine Padilha, 18, afirmaram que a participação fez com que ambos trouxessem algo inovador e que pudesse beneficiar várias pessoas. “Importante esse reconhecimento para que o público saiba que o Empreendedor do Futuro realmente existe e vale a pena participar. Não é algo que fica somente na teoria, eles nos reconhecem na prática”, disse Érica.

    Já Gabriel pretende crescer ainda mais com o Wannabe. “Não vamos parar por aqui. Agora que estamos ganhando essa ampla divulgação, devemos nos dedicar e nos doar para que não seja um reconhecimento apenas local e, sim, a nível nacional”, afirmou.

    Escolas Premiadas

    Centro Educacional 619 de Samambaia

    Centro Educacional Pompílio Marques de Souza, em Planaltina

    Centro de Ensino Médio 1 de Planaltina

    Centro de Ensino Médio 1 do Guará

    Centro de Ensino Médio 3 do Gama

    Centro de Ensino Médio 4 de Sobradinho

    Centro de Ensino Médio 111 Recanto das Emas

    Centro de Ensino Médio Integrado do Cruzeiro e do Gama

    Centro de Ensino Médio Taguatinga Norte

    Escola de Sabores Oscar, na Eape, na Asa Sul

    *Com informações da Secretaria de Educação

    The post Estudantes da rede pública são premiados por projetos de empreendedorismo appeared first on Agência Brasília.

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Deve ler

    spot_img