EURIDES ATACA RORIZ E FINGE QUE NÃO ESTAVA COM ARRUDA

4
17

Ainda deputada distrital, Eurides Brito   afirmou em seu blog que aquele dinheiro recebido em 2006 foi por ordem do ex-senador Joaquim Roriz, que já  desmentiu o fato através de sua assessoria. O interessante é que somente agora a professora resolveu falar, mas não contou que em 2006 ela já havia abandonado o ex-governador Roriz, que havia deixado GDF em abril daquele ano para se candidatar ao Senado. Quem comandava o Governo do Distrito Federal

Estranho esse comportamento de Eurides. Afinal, ela virou arrudista ainda em 2006.

em pleno período eleitoral  em 2006, era a tucana Maria de Lourdes Abadia. Eurides, Benício entre outros, abandonaram o barco de Roriz e decidiram apoiar a candidatura de José Roberto Arruda. E mais recentemente, Eurides Brito (PMDB) era líder do governo Arruda na Câmara Legislativa. Ela não quer renunciar ao mandato e deverá mesmo ser cassada pelos colegas. Eurides também afirmou que nunca desviou dinheiro público. É melhor alguém dar uma olhada na CPI da Educação. A deputada Eliana Pedrosa ficou horrorizada com o que encontrou durante as investigações, envolvendo a deputada  Eurides Brito. O relatório final foi entregue à Polícia Civil (que abafou o caso no governo Arruda) e ao Tribunal de Contas do DF. A deputada não pode ocupar cargo no Executivo por conta de problemas com o TCDF. Pelo visto, o tempo fez mal à deputada, que se esqueceu de alguns detalhes tão pequenos…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui