Ex-servidores do GDF são indiciados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

0
50

Eles trabalhavam na Secretaria de Regularização de Condomínios (Sercond)

Jéssica Antunes
jessica.antunes@jornaldebrasilia.com.br

DPE
Dois ex-servidores do Distrito Federal locados na Secretaria de Regularização de Condomínios (Sercond) foram indiciados pela Polícia Civil pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A investigação da Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (DEMA) comprovou que eles receberam vantagens financeiras para emitir um parecer que favorecia o parcelamento irregular do solo no Condomínio Mini Chácaras do Lago Sul.

Nesta quarta (11), foram cumpridos mandados de busca e apreensão coercitiva de Fernando Araújo Negreiros, ex-coordenador do Grupo de Análise e Aprovação de Parcelamento de Solo e Projetos Habitacionais (Grupar), de José Augusto Barbosa Gabira, ex-servidor comissionado da Sercond, e de Ricardo Alda de Lima, síndico do condomínio que já havia sido indiciado nas investigações anteriores.

Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Paranoá, Guará e Gama, onde foram encontrados materiais como computadores e documentos que devem instruir as investigações. O síndico do condomínio e o ex-servidor comissionado foram, ontem, à delegacia prestar depoimentos. O ex-coordenador do Grupar , por outro lado, estaria fora de Brasília e ainda não foi ouvido, mas o advogado teria informado que se apresentará em breve.

Leia mais na edição desta quinta-feira (12) do Jornal de Brasília.

Fonte:  Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui