FAMÍLIA DE CRISTIANO ARAÚJO GANHA CONTRATO DE R$ 42 MILHÕES SEM LICITAÇÃO

18
89

Por dia, R$ 233 mil. Por mês, R$ 7 milhões. E em seis meses, R$ 42 milhões. É o valor do contrato firmado entre o GDF e a empresa Vipasa, que ficou responsável pela segurança nos prédios da administração do governo. A quantia chama atenção tanto quanto a forma como foi fechado o contrato.

O Diário Oficial do Distrito Federal, do dia 15 de março, mostra que houve dispensa de licitação e contratação direta da empresa. E tem mais: o contrato emergencial foi assinado por Luiz Vicente Araújo, proprietário da Vipasa e pai do deputado distrital Cristiano Araújo do PTB, que também é sócio da empresa.

Na época, o governador era Wilson Lima afirmou desconhecer o contrato. Ele disse que a decisão de contratação emergencial foi da secretária de Gestão, Jozélia Praça. Cabe agora ao novo governador, Rogério Rosso, rever o que foi assinado. No dia 20 de abril, Rosso assinou um decreto determinando que todos os contratos emergenciais sejam encerrados e substituídos por licitados em até 30 dias.

O DFTV tentou falar com a secretária de Gestão Administrativa, mas não teve resposta. A Vipasa informou que já prestava o serviço ao governo e que o novo contrato foi emergencial, porque na licitação para mais um período, em que foi vencedora, houve questionamento de outras empresas. Informações do DFTV.

Fonte: Carlos Honorato

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui