FARRA DOS LOTES: PAULO RORIZ FOI DENUNCIADO E CORREGEDOR NÃO INVESTIGA

11
12

A senhora Suely Maria Ferreira de Mello, moradora do Riacho Fundo II, denunciou o deputado distrital Paulo Roriz (DEM) por utilizar a máquina da secretaria de Habitação para privilegiar eleitores. Entretanto, o processo está simplesmente  parado  na Corregedoria da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Paulo Roriz é acusado de entregar, entre agosto e dezembro de 2009, muitos lotes que estariam fora da lista oficial, como por exemplo, na QS 18 conjunto 6 lotes: 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12 e 14. Estes teriam sido dados à correligionários do parlamentar e ex-secretário de Habitação do GDF que atuam em Santa Maria.

Outros lotes foram entregues, segundo a denúncia, por “debaixo dos panos” no dia 22 de dezembro de 2009 a um cidadão por nome Moacir. Estes foram repassados para Itapuã. O ex-presidente da CODHAB, João Carlos, cumpria à risca o que era solicitado pelo deputado, inclusive fez uma circular proibindo a entrada de denunciante naquele órgão.

Evaldo Carneiro esteve inclusive num terreno e retirou invasores para que os novos donos assumissem seus lotes.

A denunciante pede que se investigue o deputado Paulo Roriz, porque muitos nomes que aparecem em listas simplesmente não conseguem receber seus lotes. Talvez uma profunda investigação da gestão do parlamentar na secretaria de Habitação revele como ele utilizou a máquina governamental para garantir preciosos votos.

Mais um caso que merece ser investigado, principalmente após a realização da Operação João de Barro.

Paulo Roriz: ex-secretário é denunciado por privilegiar amigos na doação de lotes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui