Fera ferida

0
13
26/08/2016. Crédito: Carlos Moura/CB/D.A Press. Brasil. Brasília - DF. Deputada investigada por recebimento de propina Celina Leão, na Camara Legislativa do Distrito Federal.

Ela veio de Goiânia e conseguiu um emprego no Procon. Depois construiu amizades e montou um caminho que lhe garantiu a eleição para deputada distrital em 2010. Foi ferrenha opositora do governo de Agnelo Queiroz (PT) e conseguiu se reeleger.

Ela poiou a candidatura de Rodrigo Rollemberg na corrida ao Buriti, que acabou por vencer as eleições de 2014. E como forma de gratidão, o agora governador Rollemberg deu total apoio à sua eleição para presidir a Câmara Legislativa do DF. Ela estava radiante!

Entretanto, tão logo assumiu o imponente cargo, passou a atacar o governo de Rollemberg (PSB). Falou muito, gesticulou bastante e foi às últimas consequências para tentar crescer em cima da fragilidade do governo socialista do PSB.

O tempo passou, e a moça foi pega em conversas nada republicanas gravadas pela amiga também deputada, Liliane Roriz. A moça foi do céu ao inferno em pouco tempo, tendo sido obrigada a deixar a presidência da CLDF e ainda corre o risco de ter o mandato suspenso pelas mãos da justiça.

A moça em questão é Celina Leão (PPS), que até pouco tempo atrás tinha a certeza absoluta de que seria governadora do Distrito Federal. Agora, diante de tantos fatos negativos, se conseguir terminar o mandato já será muito.

Os tempos são outros, e a leoa, como nos bastidores é chamada, não deu ouvidos à razão,  ouviu conselhos de pessoas erradas e para piorar sua situação, agiu com extrema ingratidão com outros que um dia lhe estenderam as mãos.

Na política, ingratidão sempre resulta em solidão, e a soberba sempre precede a queda.

 

 

 

Fonte: Donny Silva