Ficha Limpa: Doze pré-candidatos a governos estaduais podem ter complicações com a lei

Segundo levantamento da CBN feito com base em informações de procuradores eleitorais e da ONG Transparência Brasil, grupo apresenta condenações na Justiça e pode ter a candidatura questionada.

O Ministério Público Federal já tem munição para processar cerca de 30 mil políticos fichas sujas se eles forem candidatos nas eleições deste ano. O banco de dados não pode ser acessado pelo eleitor, mas com base em informações de procuradores eleitorais e da ONG Transparência Brasil, a reportagem da CBN chegou a uma lista de 12 pré-candidatos ao cargo de governador que podem ter complicação com a Lei da Ficha Limpa, pois têm condenações na Justiça. O prazo para que procuradores questionem a candidatura é curto, de apenas cinco dias após o registro do candidato. Por isso, dados fornecidos pelos tribunais e entidades de controle são tão importantes, como ressalta o procurador do DF Elton Gershel: “Nós temos que fazer um trabalho histórico para pesquisar essas decisões. Nada impede que alguém que tenha tido uma decisão no Amapá ou Roraima seja candidato no Rio de Janeiro.”

 

 
Fonte: Radio CBN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui