FILIPPELLI E AGNELO

21
6

O candidato ao Governo do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) e o deputado federal Tadeu Filippelli (PMDB) conversaram muito nos últimos dias e estão cada dia mais afinados.

Com a eleição de Rogério Rosso (PMDB), o jogo político no DF mudou radicalmente, e o partido de Filippelli turbinou as pretensões de Agnelo na disputa ao GDF. Juntos, PT e PMDB terão muito tempo para apresentar ao eleitor, suas propostas e seus planos para o DF durante a campanha eleitoral que terá início em julho.

Agora, o PMDB e o PT estudam estratégias para garantir a evolução de uma chapa que consiga vencer as eleições de outubro no primeiro turno.

Filippelli saiu vitorioso com a eleição do novo governador e de quebra, ganhou um governo inteiro para abrigar aliados e correligionários. Entre os aliados, estão os partidos que ajudaram a eleger Rosso.

Agora, tanto Filippelli quanto Agnelo estudam mecanismos para dar governabilidade a Rosso até 31 de dezembro. Afinal, qualquer erro do PMDB no comando do GDF poderá afetar os planos políticos de Agnelo e Filippelli. E ninguém quer correr riscos.

Muitos já falam na chapa Agnelo e Filippelli. Ontem, um ministro de Lula divulgou que havia um acerto com o PR para que Jofran Frejat fosse o vice de Agnelo. Frejat afirmou que não foi informado do tal acordo.

Boatos à parte, o fato é que definitivamente o PMDB entrou no jogo político da capital e trouxe junto, o PT, que estava mortinho, quietinho, só esperando algo acontecer. E graças à audácia de Filippelli, não é que aconteceu mesmo?!

Enquanto isso, Roriz fez várias reuniões durante a semana para avaliar o novo quadro político que surpreendeu a muitos. E se prepara para o confronto.

Tadeu Filippelli: o presidente do PMDB deu a volta por cima e ainda 'turbinou' a candidatura do petista Agnelo Queiroz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui