FRAGA DANÇOU

0
7

O inesquecível Barão de Itararé dizia: “De onde menos se espera, é de onde não sai nada mesmo”. O partido Democratas em Brasília contraria essa regra bem humorada do Barão.

Ninguém nunca esperou nada do DEM, mas veio deste partido a principal rejeição contra o chamado Mensalão do DEM, punindo os principais ligados à Operação Caixa de Pandora.

Hoje o DEM seguiu na mesma linha: rejeitou a candidatura preferida do ex-governador preso Arruda, que seria a do coronel-deputado Alberto Fraga.

A Executiva do DEM, agora presidida pelo senador Adelmir Santana, teve a coragem de enfrentar a braveza do Fraga. Em votação, foi escolhido o suplente de deputado Osório Adriano como candidato do partido na eleição indireta de governador do dia 17.

O DEM, que expulsou Arruda, PO (o Pior, mesmo, politicamente), Leonardo Prudente e o preso Geraldo Naves, agora corta o sonho político de Fraga, que saiu atirando (verbalmente, pessoal, verbalmente!) contra todo mundo.

Fraga havia dito que, se rejeitado hoje, abandonaria a vida política. Será que cumpre?

Vale registrar que dois votos do DEM na Câmara Legislativa (Eliana Pedrosa e Raad) foram favoráveis a Fraga na Executiva. O terceiro voto é o de Paulinho Roriz. Será que Eliana e Raad votam em Osório dia 17?

Comentário final: não tendo emplacado Fraga, só resta a Arruda tentar eleger no dia 17 o deputado Wilson Lima (PR), da sua inteira confiança, que hoje é governador interino e decidiu arriscar, ficando no cargo.

Comentário realmente final: Adelmir Santana passou bem nesse primeiro teste! Mas, como presidente do DEM, assumiu a chamada “missão impossível”. Final do final: se desse Fraga, a intervenção estaria na casa dos 100%; caiu para 98%.

Fonte: blog do Riella

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui