Fundo Constitucional e perda de autonomia

0
10

No entendimento do deputado distrital Wasny de Roure (PT), o retorno para o Governo Federal da execução dos recursos do Fundo Constitucional seria “um retrocesso à autonomia política e financeira do Distrito Federal”, o Governo do DF minimiza e diz que tudo permanece como antes. Mesmo com a retirada dos recursos do Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2017, a gestão da verba permanece com o Palácio do Buriti, diz o Executivo local. “Não haverá perda. É uma questão operacional. O DF é que define como e onde os recursos serão aplicados”, argumenta a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos.

 

 

Fonte: Do Alto da Torre

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui