Gabinete de Crise do Hran é dissolvido

0
25
Decisão ocorreu após redução no número de casos de infectados pela Covid-19

JURANA LOPES

Criado no início da pandemia com o objetivo de dar suporte à direção do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) na tomada de decisões acerca da pandemia e dos casos de Covid-19, o Gabinete de Crise do Hran foi dissolvido no último dia 15 de outubro. A decisão foi tomada pelos integrantes do próprio colegiado levando em consideração a redução no número de casos de infectados pelo novo coronavírus.

“Desmobilizamos a equipe e todos os membros retornam para suas funções originais. Porém, se houver uma nova onda de casos, retomaremos com o Gabinete de Crise, que foi criado em um momento em que somente a gestão institucional não daria conta de atender todas as demandas”, explica o diretor de Atenção Secundária da Região Central e membro do Gabinete de Crise do Hran, Pedro Zancanaro.

O Gabinete de Crise do Hran foi instituído em 8 de abril e fazia parte das ações do Plano de Contingência para enfrentamento da pandemia da Covid-19. O colegiado é composto por diretores, gerentes e demais trabalhadores de vários setores e núcleos.

“A desmobilização do Gabinete de Crise vai dar um suspiro para todos os membros que estavam mergulhados de cabeça, vivendo intensamente a Covid-19”, afirma o diretor, lembrando que essa decisão fará bem para a saúde mental, “pois estamos todos muito cansados e temos medo de uma segunda onda de contaminação, sendo essencial uma pausa, mesmo que breve”. Ele considera que “é melhor que todos reassumam suas atividades normais, trabalhem com mais leveza e tranquilidade”.

Através do Gabinete de Crise foram criadas várias ações para serem utilizadas durante a pandemia, algumas delas serão mantidas, como a triagem médica em área separada do Pronto-socorro; a sala de acolhimento familiar e atendimento de psicologia aos pacientes e seus familiares, mesmo em caso de óbito; o grupo de contato do Gabinete de Crise e vídeo boletim com repasse de informações médicas para a família; e o contato entre pacientes e familiares.

Tudo que foi implementado durante a pandemia e considerado positivo será mantido na rotina de atendimentos do Hran. A direção do Hran segue aberta para melhorias. “O vídeo boletim vem de um projeto do Ministério da Saúde e contará com a contratação de 3 facilitadores e a doação de 15 tablets com internet para vídeochamadas. Trata-se de uma modernização que faz parte do conhecido Serviço de Boletim Médico às Famílias do Hran”, informa.

Segundo Zancanaro, o grupo criado no WhatsApp com os integrantes do Gabinete de Crise do Hran continuará ativo, pois há pessoas-chave, operacionais, com poder de decisão e ação rápida. No entanto, a expectativa de todos é que não venha a ocorrer uma nova onda de casos de Covid-19 e nem a retomada do Gabinete de Crise.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui