GDF colocará à venda imóveis da SAB

0
20

 

sab

Foto: Enrique Matute/Seplan

Onze imóveis devem ser leiloados até o final do ano

O Governo do Distrito Federal (GDF) deverá colocar à venda, ainda este ano, onze imóveis pertencentes à Sociedade de Abastecimento de Brasília (SAB), dos quais três são supermercados localizados em áreas nobres do Distrito Federal. A medida, anunciada pelo secretário de Planejamento e Orçamento do DF, Luiz Paulo Barreto, faz parte do processo de liquidação da empresa estatal.

Os mercados estão localizados na QI 05 do Lago Sul, na QE 17 do Guará II e na Praça Central do Núcleo Bandeirante. Além desses, também deverão ser colocados à venda mais oito terrenos: cinco no Gama; um em Sobradinho; um em Taguatinga; e um em Águas Claras. De acordo com a Lei nº 5.137/2013, a venda deverá ser feita pela Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap).

Criada em 1962 para abastecer o mercado varejista e fomentar a produção do DF com produtos hortifrutigranjeiros, a SAB foi perdendo competitividade ao longo dos anos com o surgimento de novos supermercados e hipermercados.

As estimativas, feitas com base nos índices do Sindicato da Construção Civil do DF, apontam para a possibilidade de serem obtidos cerca de R$ 130 milhões com as vendas. Contudo, a avaliação final dos valores dos imóveis será feita pela Terracap.

Atualmente o passivo da SAB com a Secretaria de Receita do DF é de cerca de R$ 2 milhões; e com a Receita Federal e PGFN, de aproximadamente R$ 18 milhões. Os recursos obtidos com as alienações dos onze imóveis deverão ser depositados no Banco de Brasília, em conta corrente de titularidade da SAB. Após a liquidação das dívidas e obrigações, o saldo remanescente deverá ser revertido ao Tesouro do Distrito Federal.

PLANO DE AÇÃO – Para possibilitar a efetiva liquidação da estatal, a Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan) reformulou, no ano passado, o quadro de direção da empresa; nomeou um novo liquidante, Paulo Francisco Britto Garcia; e substituiu os integrantes do Conselho Fiscal e do Conselho de Administração.

Após analisar a situação da empresa, a nova equipe formulou um Plano de Ação para o biênio 2012/2014. Esse plano está centrado em três áreas temáticas: patrimônio, finanças e pessoal.

Fonte: Ascom/Seplan-DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui