GDF lança logomarca da Gymnasiade 2013

0
9


Os jogos, realizados pela primeira vez em continente americano, vão receber mais de 2 mil atletas escolares de 45 países

 

 Brasília apresentou, nesta segunda-feira (10), a logomarca das Olimpíadas Escolares Mundiais (Gymnasiade 2013) e os três candidatos a mascote dos jogos, que serão disputados pela primeira vez no continente americano. A cerimônia, realizada no Centro Interescolar de Línguas, na 908 Sul, teve a presença do governador Agnelo Queiroz. Maior evento mundial escolar, a Gymnasiade 2013 vai trazer a Brasília, entre novembro e dezembro de 2013, mais de 2 mil atletas de 45 países. Serão disputadas oito modalidades: atletismo, ginástica aeróbica, artística e rítmica, natação, judô, caratê e xadrez.

“É uma honra para Brasília ser a primeira cidade das Américas a receber a Gymnasiade. Nosso compromisso é fazer que essa edição seja a maior da história”, declarou Agnelo Queiroz. O governador pretende estimular, por meio da competição, a prática desportiva na rede pública de ensino do DF. “O esporte, por ensinar valores, é muito importante para a formação dos alunos. Por isso, vamos aproveitar a oportunidade para investir e incentivar cada vez mais a prática esportiva em nossas escolas”, completou.

A logomarca escolhida é inspirada na Torre Digital. O monumento projetado por Oscar Niemeyer, conhecido como “Flor do Cerrado”, tem 180m de altura e proporciona aos visitantes uma das mais belas vistas do Planalto Central.


Ema, Tamanduá-Mirim e Quati disputam a condição de mascote dos jogos escolares mundiais. A escolha do animal símbolo da competição será feita por alunos de 17 escolas da rede pública, distribuídas em 11 coordenações regionais de ensino. A votação começou hoje e prossegue até a próxima sexta-feira (15). A estimativa é que aproximadamente 23,6 mil alunos participem da eleição.

 

 

O secretário-geral da International School Federation (ISF), Jan Coolen, ressaltou a importância de Brasília ser escolhida como a primeira cidade das Américas a sediar a Gymnasiade. “Jovens de todas as partes do mundo, de todas as culturas, estarão aqui. Tenho certeza de que Brasília baterá todos os recordes de participantes da história da Gymnasiade”, destacou Jan Coolen.

“Vamos dar exemplo ao mundo de quem somos nós e de nossa diversidade. Faremos a maior Gymnasiade da história”, apostou o secretário Nacional de Esporte, Lazer, Educação e Inclusão Social do Ministério do Esporte, Afonso Barbosa.


O ginasta João Pedro, 14 anos, campeão por equipes no Sul-americano de Ginástica Artística, disputado na Bolívia, e 4º colocado no salto sobre cavalo, é um dos candidatos a uma vaga na Gymnasiade. “Vai ser bem difícil, mas estou treinando forte para permanecer na Seleção Brasileira até lá”.

Para o secretário de Estado de Esporte, Júlio Ribeiro, a realização da Gymnasiade representa um ganho não só para os participantes, mas para toda a população do Distrito Federal. “A realização da competição em Brasília deixará um legado econômico, social e cultural. Ela é essencial para o desenvolvimento econômico, colocando a cidade na rota dos grandes eventos esportivos mundiais”, diz.

Participaram também da cerimônia os secretários de Educação, Denílson Bento da Costa; do Idoso, Ricardo Quirino; e o chefe da Casa Militar, tenente-coronel Rogério Leão; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do DF, coronel Gilberto Lopes; o secretário-geral da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Robson Aguiar; o secretário-adjunto de Esporte, Célio René; e o deputado distrital Evandro Garla, além de coordenadores de escolas, atletas e treinadores.

 

Mascotes – A Ema, maior ave brasileira, figura na lista por ser encontrada em toda a América do Sul, em especial no cerrado do Centro-Oeste. O Tamanduá-Mirim, também presente em todo o país, foi incluído na lista por sofrer ameaças devido à ação predatória dos homens e à redução das florestas. Já o Quati está na relação por ser muito sociável.


Evento – Podem participar do evento os atletas regularmente matriculados no ensino fundamental e médio, e devidamente autorizados pela Federação Escolar do DF. A Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), com sua filiada, a Federação Regional do Desporto Escolar do DF, em parceria com o GDF e o Ministério do Esporte, serão responsáveis pelas seletivas e pela organização do evento.


Estrutura – Instalações como as do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, Ginásio Nilson Nelson, Complexo Aquático Cláudio Coutinho, Centro Interescolar de Educação Física, Ginásio do Cruzeiro, Centro de Convenções Ulysses Guimarães e Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal vão sediar as competições.


Escolha – Brasília venceu, por 10 votos a 7, a disputa ocorrida em dezembro de 2011, com Palma de Mallorca, na Espanha, para sediar a Gymnasiade 2013. Como as cidades escolhidas têm a prerrogativa de incluir três modalidades no programa de competição, Brasília acrescentou o judô, o xadrez e o caratê. A última edição das Olimpíadas Escolares Mundiais foi disputada em Doha, no Qatar, em 2009.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui