GDF PROCESSARÁ NOBLAT

2
5

O tempo fechou ontem na Câmara Legislativa após a leitura de nota publicada no blog do jornalista Ricardo Noblat. O presidente interino, deputado Cabo Patrício (PT) leu a nota e em seguida encerrou a sessão que deveria eleger o novo presidente. Os demais deputados ficaram chocados com a manobra petista e a confusão foi muito grande, com reuniões com assessores e advogados além de muito bate boca no cafezinho. E a assessoria de imprensa do Governo do Distrito Federal divulgou nota sobre a denúncia publicada no blog do jornalista Ricardo Noblat. Segundo a nota, a Procuradoria do Distrito Federal e os advogados que representam o governador José Roberto Arruda vão ingressar na justiça com uma ação criminal e civil contra o jornalista Ricardo Noblat. “Em seu blog, Noblat publicou a afirmação de que o governador teria oferecido o valor de ‘R$ 4 milhões a cada deputado distrital que vote contra o impeachment dele’. Os advogados e a Procuradoria do DF consideram a afirmação caluniosa e irresponsável e terá que ser provada na justiça”, diz o comunicado. Deputados distritais já falam em convocar o jornalista para falar à CPI da CODEPLAN. Eles querem saber quem foi a “fonte” da informação que deu origem à nota, ou se foi apenas “suposição” do jornalista, uma vez que suas ligações com o PT são notórias no DF. O deputado Geraldo Naves ainda acusou Cabo Patrício de “frequentar a casa de Noblat”. A eleição do novo presidente foi adiada para a próxima terça-feira (2). O deputado Chico Leite (PT) ficou surpreso com a decisão de Patrício. Os governistas tentam nova sessão hoje para eleger o presidente, que deverá ser mesmo o deputado Wilson Lima (PR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui