GILMAR MENDES SOBRE A FICHA LIMPA: “LEI CASUÍSTICA PARA GANHAR ELEIÇÃO NO TAPETÃO”

6
7

Para Mendes, meta foi tirar Roriz do Páreo

O ministro do STF Gilmar Mendes afirmou que a aprovação da Lei da Ficha Limpa teve um objetivo principal: tirar Joaquim Roriz (PSC) da disputa no Distrito Federal. ‘Que se saiba que aqui se teve esse desenho: lei casuística para ganhar eleição no tapetão. A emenda (que incluiu renúncia como causa de inelegibilidade) é do deputado José Eduardo Cardozo, do PT.’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui