GOVERNO ROLLEMBERG EMBROMA PARA BOTAR “PET SCAN” PARA FUNCIONAR, MAS TORROU R$ 5 MILHÕES PARA DESOCUPAR PRÉDIO PARTICULAR INVADIDO

0
5

1abispo2O deputado distrital Bispo Renato Andrade, membro da CPI da Saúde, criticou o fato de o governo Rollemberg ter gastado mais de R$ 5 milhões na desocupação do Torre Palace Hotel, prédio em ruínas de propriedade particular, “no entanto, alega não ter dinheiro para construir uma sala especial para instalar o pet scan, equipamento que serve para diagnosticar o câncer, que encontra-se encaixotado e empoeirado nos corredores do Hospital de Base”, disse.

 

LETRA Ao Radar o parlamentar afirmou que o contribuinte brasiliense ainda estar estarrecido diante dos valores empregados pela Secretaria de Segurança Pública nos últimos cinco dias que antecederam a finalização da completa desocupação do prédio onde funcionava o Torre Palace Hotel.

Pelos cálculos anunciados pela secretária Márcia de Alencar, os gastos chegaram a R$ 5 milhões e podem aumentar ainda mais, com construção de um muro em torno do prédio e com a segurança do local que será feita 24 horas por dia pela Policia Militar.

O GDF promete buscar na justiça o ressarcimento dos recursos. Como há um imbróglio judicial na família, dona do prédio, dificilmente o GDF irá reaver a grana com facilidade, ou seja, o contribuinte é quem vai pagar o pato.

Se por um lado tem dinheiro suficiente para desocupar um prédio de propriedade particular esse mesmo governo diz faltar dinheiro para construir uma sala especial para instalar um pet scan, equipamento tão importante para detectar tumores do câncer, ainda no início, e que desde 2013 encontra-se jogado no corredor do Hospital de Base. O equipamento custou ao erário cerca de R$ 3, 5 milhões.

Para Bispo Renato, o Governo Rollemberg está fazendo “corpo mole” para botar o equipamento para funcionar, e despreza a situação dramática de quase 10 mil pacientes diagnosticados com câncer no DF que poderiam melhor combater a doença se tivessem descoberto os tumores logo no início com a ajuda do pet scan.

Bispo Renato afirma ainda, que a Secretaria de Saúde mente para a população e para o Ministério Publico ao afirmar que está tomando as providências para botar o equipamento para funcionar.

Em recente matéria publicada por Radar, a Secretaria de Saúde afirmou em nota, que no início de março deste anos, o secretário, Humberto Fonseca, teve uma reunião específica sobre o problema, na qual a Novacap ficaria encarregada de fazer o projeto.

Porém, o Radar apurou que somente no final da semana passada, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) recebeu da Secretaria de Saúde, os recursos para contratação dos projetos de obras da sala para a instalação do equipamento.

O valor total repassado foi de R$ 1.102.793,69, que compreende, além da sala do Pet Scan, a regularização de todo o Hospital de Base em relação às normas de acessibilidade e reforma geral de algumas áreas, como a sala em questão.

O processo está em fase de empenho dos recursos, para que possam ser iniciados os projetos. O prazo para empenho, elaboração e conclusão do projeto é de 120 a 150 dias. As obras só serão iniciadas no próximo ano.

“Isso é debochar da cara da população do Distrito Federal”, disse o deputado. Ele afirmou que na próxima reunião da CPI da Saúde, que ocorrerá nesta quinta-feira, (09), ele irá propor que a Comissão exija a imediata instalação do Pet Scan. “Se tem dinheiro para derrubar casas dos pobres e para proteger propriedade particular como o Torre Palace Hotel, que também tenha dinheiro para tratar a saúde da população”, enfatizou o parlamentar.

Fonte: Radar Condomínios

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui