Hospital de Santa Maria oferece suporte para mulheres vítimas de violência 

0
10

 

Serviço oferecido conta com médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais 

 

A violência contra a mulher afeta a todos e precisa do engajamento da sociedade para ser superada. No Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), que é administrado pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF), as mulheres vítimas de violência contam com Centro de Especialidade para Atenção às Pessoas em Situação de Violência Sexual, Familiar e Doméstica (Cepav) Flor do Cerrado, que também atende crianças e adolescentes. As vítimas de violência recebem assistência de médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais. Desde que o serviço foi inaugurado, em maio desde ano, aproximadamente 300 atendimentos foram realizados.

Nesta quinta-feira (25), Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher, a chefe do Cepav, Lara Borges, comemora a data com a conclusão do primeiro Grupo Multiprofissional de Mulheres, criado para apoiar essas mulheres vítimas de agressão. “De outubro a novembro, foram realizados oito encontros semanais com dinâmicas e reflexões trabalhando temas como os tipos de violência, ciclo da violência, direitos da mulher, autoestima e sentimentos”, relata a chefe do serviço, Lara Borges.

Em todos os casos, são os profissionais de enfermagem que fazem o primeiro contato com as vítimas. “Nesse momento, eles recolhem as informações necessárias para iniciar o atendimento da vítima e avaliam quais os primeiros encaminhamentos relacionados à saúde e proteção devem ser feitos”, explica Lara Borges. Em seguida, os pacientes passam a receber, de forma individual ou em grupo, o atendimento psicossocial.

Para ter acesso ao serviço, basta a vítima buscá-lo de forma espontânea (quando a vítima procura a instituição) ou por meio de encaminhamento realizado por outras instituições como Conselho Tutelar, escolas, órgãos judiciais e  unidades básicas de saúde (UBSs).

SAIBA – O Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1999 e é celebrado anualmente no dia 25 de novembro. A data faz homenagem às irmãs Mirabal (Pátria, Minerva e Maria Teresa), assassinadas por se oporem à ditadura de Rafael Leónidas Trujillo na República Dominicana. A comemoração tem como objetivo alertar e erradicar os casos de violência contra as mulheres no mundo todo.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a definição de violência contra a mulher é todo ato de violência baseado no gênero que tem como resultado o dano físico, sexual e psicológico, incluindo ameaças, coerção e privação arbitrária da liberdade, seja na vida pública seja na vida privada.

 

FLOR DO CERRADO/HRSM 

Local: Prédio Anexo à entrada principal do Hospital Regional de Santa Maria

Telefone: 4042-7770 – ramal 5525

Email: cepavflordocerrado@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui