Ibaneis ministra aula magna para primeira turma de Tecnologia em Gestão Pública da ESG

0
10

Governador falou no Buriti para cerca de 60 estudantes de graduação da Escola Superior de Gestão. “Vamos fazer uma grande revolução na história do DF por meio da educação e do conhecimento”, destacou

ANA LUIZA VINHOTE, DA AGÊNCIA BRASÍLIA
Das 60 vagas oferecidas, 30 foram preenchidas por servidores efetivos de carreira estável e em exercício do GDF. A outra metade é reservada à comunidade por meio do Sistema de Seleção Unificada, o Sisu | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

A primeira turma do curso superior de Tecnologia em Gestão Pública da Escola Superior de Gestão (ESG) participou na noite desta segunda-feira (5) de uma palestra sobre gestão pública ministrada pelo governador Ibaneis Rocha. Durante a aula magna, que marcou a abertura do semestre da ESG em solenidade no Salão Branco do Palácio do Buriti, o chefe do Executivo local destacou aos 60 estudantes a importância da valorização e formação continuada dos servidores para melhorar a qualidade dos serviços prestados à população do Distrito Federal.

“O gestor público precisa ter liderança e autoridade, além de um projeto embasado com uma pesquisa para montar um boa estratégia com sua equipe. É necessário raciocinar pensando no público, com instrumentos, viabilidade de projetos, economias de custos e mostrando para os cidadãos onde vocês [servidores] querem chegar. Temos que nos doar para nossa população”, salientou o governador, dirigindo-se aos contemplados pelo projeto de ensino superior capitaneado pela Escola de Governo do DF (Egov).

Para Ibaneis Rocha, é preciso fazer com que os moradores da capital conheçam as propostas do governo e tenham a certeza de que elas serão implementadas, graças à parceria e determinação de cada servidor. “Quando dizemos que é tempo de ação e que as coisas vão mudar é porque realmente as coisas vão se transformar. Vamos fazer uma grande revolução na história do Distrito Federal por meio da educação e do conhecimento”, destacou.

O diretor-executivo da Escola Superior de Gestão, Alex Costa Almeida, explicou que a formação de tecnólogo é baseada em metodologias ativas, que fazem com que o aluno trabalhe diretamente com as atividades vivenciadas no cotidiano da administração pública. “Eles serão acompanhados e vão explorar a metodologia de estudos de casos. Tanto o servidor quanto a comunidade vão aprender como lidar com os problemas que surgem na administração. Com certeza a qualidade de serviços prestados à população do DF será melhor”, observou.

Também participaram do evento os secretários de Fazenda, André Clemente; de Segurança, Anderson Torres; e de Tecnologia, Gilvan Máximo; além do presidente da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), Gilberto Occhi, e do diretor do Conselho Superior da Fundação Universidade Aberta do DF (Fuab), Alexandre dos Santos.

Sobre o curso

Oferecida gratuitamente pela Escola de Governo, a capacitação é fruto de uma parceria entre a Fundação Universidade Aberta do DF e a Secretaria de Estado de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão do DF (SEFP). O curso será ministrado na Egov e terá duração de dois anos, com aulas de segunda a sexta-feira à noite e aos sábados pela manhã.

Das 60 vagas oferecidas, 30 foram preenchidas por servidores efetivos de carreira estável e em exercício do GDF. A outra metade é reservada à comunidade por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). No semestre passado, o órgão capacitou mais de seis mil servidores com formação continuada em várias áreas.

A graduação de Tecnologia em Gestão Pública funcionará como projeto-piloto, podendo chegar à pós-graduação. Outros seis cursos de nível superior já estão credenciados pelo Conselho de Educação do DF e devem ser ofertados no próximo ano:  Gestão de Recursos Humanos; Gestão de Processos; Gestão de Marketing; Gestão de Materiais; Gestão de Tecnologia da Informação e Gestão Financeira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui