Iges-DF supera 3,7 milhões de atendimentos em saúde

0
19
Serviços prestados por hospitais e UPAs incluem consultas, cirurgias, internações, exames, entre outros
Thays Rosário
O compromisso com a saúde pública e gratuita norteou os trabalhos do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) em 2020. Não por menos, entre janeiro e setembro, o número de procedimentos realizados pelas unidades gerenciadas pelo instituto chegou à incrível marca de 3,7 milhões.
Para ter ideia da grandeza da marca, hoje a população do DF estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de 3 milhões de habitantes. É como se cada morador buscasse atendimento ao menos uma vez em uma das oito unidades geridas pelo Iges-DF.
Do total de procedimentos, 1.961.523 foram de consultas ambulatoriais, cirurgias e atendimentos de urgência na atenção especializada, realizados no Hospital de Base (HB) e no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). Soma-se a essa quantia os 236.496 atendimentos (consultas médicas, classificação de risco e pacientes em observação) prestados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e os 1.511.948 exames feitos em todas as unidades do instituto.
Para o presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo Silva, a quantidade de atendimentos é reflexo de um esforço conjunto em prol da saúde pública. “Em um ano de pandemia, trabalhamos para garantir a tranquilidade da população”, afirmou. “Agradeço o empenho de todos os nossos colaboradores e servidores que tanto se dedicaram para salvar vidas”, disse.
Hospitais
Maior unidade da rede pública de saúde do DF, o Hospital de Base foi responsável por 159.633 consultas ambulatoriais, 8.855 cirurgias de urgência e programadas e 955.139 procedimentos ambulatoriais de média e alta complexidade (como o hemograma completo). Além disso, realizou 75.439 atendimentos de urgência na atenção especializada, 20.114 internações e mais 583.799 exames.
Já o Hospital Regional de Santa Maria realizou 62.277 consultas ambulatoriais, 4.219 cirurgias de urgência e programadas, 614.922 procedimentos ambulatoriais de média e alta complexidade, 43.815 atendimentos de urgência na atenção especializada, 17.110 internações e 445.451 exames.
UPAs
A Unidade de Pronto Atendimento de Ceilândia foi a que teve maior movimento em 2020. Ao todo, respondeu por 67.648 atendimentos (consultas médicas, classificação de risco e pacientes em observação) e 104.266 exames. Já a UPA de São Sebastião foi a segunda mais procurada, com 41.982 atendimentos e 87.063 exames.
Em terceiro lugar nesse ranking está a UPA de Samambaia, que realizou 37.291 atendimentos e 67.684 exames. Veja a quantidade de procedimentos realizados pelas outras três UPAs geridas pelo Iges-DF:
UPA de Sobradinho: 36.517 atendimentos e 88.561 exames;
UPA do Recanto das Emas: 31.239 atendimentos e 81.961 exames;
UPA do Núcleo Bandeirante: 21.819 atendimentos e 53.163 exames.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui