IgesDF promove dia de homenagens para colaboradoras do Hospital Regional de Santa Maria

 

Além de palestras, elas tiveram momento de autocuidado com limpeza de pele e maquiagem

Jurana Lopes

Para homenagear as mulheres que fazem parte da força de trabalho do Hospital Regional de Santa Maria, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF) proporcionou às colaboradoras que atuam no local mais um dia de ação, que contou com palestras, bate-papo, coffebreak e momento bem-estar, com limpeza de pele e maquiagem.

A superintendente do HRSM, Eliane Abreu, parabenizou todas as colaboradoras do hospital pela Semana e Mês da Mulher. “A mulher deve estar e pode estar onde ela quiser, seja em casa, numa função de liderança ou não. Hoje, 70% do quadro de pessoal do Hospital Regional de Santa Maria é composto por mulheres e tenho orgulho disso, de cada uma que vem se dedicar diariamente aqui dentro”, afirmou.

Presente no evento, a enfermeira obstetra e deputada distrital Dayse Amarílio (PSB-DF) apresentou uma palestra sobre Empoderamento Feminino, em que abordou temas como a representatividade das mulheres nos cargos de chefia e alta gestão, além da presença das mulheres dentro da política.

“Hoje, apenas 27% das mulheres ocupam cargos elevados em gerências e chefias, enquanto os outros 73% são ocupados por homens. Devemos lutar para mudar essa realidade e construirmos um mundo mais igualitário. No ranking de países do mundo, o Brasil é 142° na lista internacional que aponta participação de mulheres na política, o que é mostra como devemos avançar”, destacou a parlamentar.

Além da palestra da parlamentar, as profissionais de saúde presentes no evento participaram de palestras sobre a saúde reprodutiva feminina, em que foi destacada a importância de cuidar disso desde o período de recém-nascidas, quando ainda utilizam fraldas, até a velhice.

Temas como a necessidade de fazer exercícios físicos, acompanhamento multidisciplinar durante as fases da vida e a necessidade de um planejamento familiar, sem deixar a decisão de ter filhos para depois dos 35 anos também foram abordados. Houve uma palestra bem interativa sobre nutrição e saúde mental nas várias fases da vida, em que foi tratada a importância de as mulheres não tentarem se encaixar em padrões de beleza, pois isso pode prejudicar muito o psicológico.

A gerente-geral de Pessoas do IgesDF, Elaine Silvestre,  também estava no evento e destacou a importância das instituições acolherem as mulheres por conta de suas qualificações e competências e destacou que já solicitou a todos os colegas do setor de RH que não façam mais as perguntas que costumam constranger mulheres e que não são feitas para homens em processos seletivos, como, por exemplo: você pretende ter filhos? Se o seu filho adoecer, quem vai cuidar dele? Pretende engravidar? Entre outras.

“Essas questões não irão impactar na realização das atividades. Queremos trabalhar a cultura da diversidade, da inclusão. Aqui no IgesDF 70% do pessoal é composto por mulheres. Temos que olhar a parte técnica e as capacidades e conhecimento para ocupar a função. O que importa será o bom trabalho que ela vai fazer aqui no Instituto. Por isso, é importante despertar o interesse das mulheres para que se empoderem e que elas podem tudo”, explicou Elaine.

Também foi abordada a questão das mulheres na liderança e quem ministrou a palestra foi a superintendente de Administração e Logística do IgesDF, Bárbara Lira, que deixou como mensagem principal a importância da empatia e sororidade entre as mulheres. “Seja uma mulher que leva apoio para outras mulheres, com um olhar, um cuidado, atenção e empatia”, destacou.

A deputada distrital Jaqueline Silva não pôde comparecer ao evento, mas mandou sua representante, Marileide Romão.

Momento Bem-Estar

E quem quisesse um momento de relaxamento e autocuidado pôde desfrutar de limpeza de pele e maquiagem no espaço Acolher do HRSM. As voluntárias e consultoras da marca Mary Kay ficaram de 10h às 16h atendendo as colaboradoras que chegavam no local.

A psicóloga Gabriela Conceição adorou a ação e saiu do espaço satisfeita com make. “Eu adoro maquiagem, então achei ótimo este momento pra gente que trabalha tanto e às vezes não sobra tempo de se arrumar para vir trabalhar”, avalia.

A coordenadora do Projeto Acolher, Amanda Nataliane, destaca que esses eventos e ações são maneiras de demonstrar para as colaboradoras do IgesDF o quanto elas são especiais para o Instituto, com todo o respeito e admiração por elas.

Fotos: Jurana Lopes/IgesDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui