IMPUGNAÇÃO DE CANDIDATURAS: 73 AÇÕES NO TRE

0
11

No último dia para fazer o registro de impugnação de candidaturas, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) contabilizou 73 ações na noite desta terça-feira (13/7). Os processos têm de ser julgados até 5 de agosto. Algumas das ações foram feitas pelo Miniestério Público Eleitoral (MPE), como no caso do candidato ao GDF Joaquim Roriz (PSC), outras são denúncias de partidos, como no pedido contra Agnelo Queiroz (PT), feito pelo PT do B. Em outras situações, tanto um partido quanto o MPE entram com ação, é o caso de Benício Tavares (PMDB). Até esta manhã, o total era de 26 ações contra candidatos do DF.
Confira a lista na íntegra


Deputado distrital

  • Aguinaldo Lelis (PP) – contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do DF
  • Antonio Girotto Borges (PHS/PPS) – não comprovou desincompatibilização
  • Antônio Ricardo Guillen (PSTU) (não comprovou desincompatibilização)
  • Arthur Phillipe (PHS/PPS) – não comprovou desincompatibilização
  • Benício Tavares (PMDB) – Lei da Ficha Limpa*
  • Cristiano Araújo (PTB) – Lei da Ficha Limpa*
  • Fabrício Rocha de Sousa (PSOL) – não comprovou desincompatibilização
  • Fernando Lopes Santos (PHS/PPS) – não está filiado a partido político
  • Francisco de Sousa Andrade (PHS/PPS) – não comprovou desincompatibilização
  • Francisco Júnior (PHS/PPS) – não comprovou desincompatibilização
  • Hugo de Sousa Silva (PHS/PPS) – não comprovou desincompatibilização
  • Tiago Vieira (PHS) – contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do DF
  • Rui Antônio Lima (PSOL) – não comprovou desincompatibilização
  • Wilson Lima (PR) – desincompatibilização fora do prazo legal
  • Maria do Rosário Lopes Melo (PSOL) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Francisco Cláudio de Abrantes (PHS/PPS) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses) e ausência de comprovante de escolaridade
  • Nilza André da Silva (PTC) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • José Ferreira Neto (PSOL) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Luiza de Lourdes Moreira de Paula (PHS/PPS) – desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Alfredo Magalhães de Abreu (PHS/PPS) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Ricardo Hernane Pires (PHS/PPS) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Elaine Furtado
  • Antônio Paulo Oliveira do Nascimento (PHS/PPS)
  • Alexandre Pimentel (PV)
  • Inajara Alves de Oliveira (PV)
  • Hernani Souza Santos (PHS/ PPS)
  • Pedro Marcos Dias (PRP)
  • Luiz Henrique Fonseca Teixeira (PT do B)
  • João Dias de Oliveira (PCdoB)
  • Kátia Ferreira Medeiros – (PCdoB)
  • Antônio Apolinário Rebelo Figueiredo (PCdoB)
  • Lúcio Pereira da Silva (PSB)
  • Jaime de Araújo Góes Recena Grassi (PSB)
  • José Marcos dos Santos (PCdoB)
  • Aylton Gomes Martins (PR)
  • Jackson Ribeiro da Silva (PMN)
  • Ênio Roberto Alves de Araújo (PCdoB)
  • Marco Antônio dos Santos Lima (PTB)
  • Cleone José Garcia (PCdoB)
  • Antonio Ailton Batista de Oliveira (PCdoB)
  • José Edmar de Castro Cordeiro (PSDB)
  • Charles dos Santos Dias (PSB)

Deputado Federal

  • Silvio Soares Filho (PSTU) – não comprovou desincompatibilização
  • Weber Magalhães (PSDB) – contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do DF
  • Robson Raymundo da Silva (PSTU) – não comprovou desincompatibilização
  • Rogério Henrique Arvatti da Silva (PHS/PPS) – Ausência de comprovante de escolaridade
  • Ramiro Diegues Álvares Júnior (PSOL) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Paulo da Fonseca Alves Pereira (PTC) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 a 6 meses)
  • José Gilberto Hartmann (PSOL) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Adriana Borges Delgado (PSOL) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • José Ferreira Neto (PSOL) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Luis Cláudio da Costa Avelar (PC do B) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Antônio Paulo Oliveira do Nascimento (PTB)
  • Paulo Henrique Abreu de Oliveira (PC do B)
  • Ricardo da Fonseca Martins
  • Roberto Policarpo (PT)
  • Júnior Brunelli (Sem partido)

Suplente de senador

  • Clayton de Souza Avelar (PSOL) – não comprovou desincompatibilização
  • José Antônio dos Santos (PSTU) – não comprovou desincompatibilização
  • Raul Ulhoa (PSOL) – deixou de comprovar pedido de desincompatibilização
  • Nixton Brasil Lima (PTN) – não tem idade mínima de 35 anos
  • João Maria Abreu Breyer Júnior (PV) – Desincompatibilização de servidor fora do prazo legal (3 meses)
  • Ângelo Balbino Soares Pereira (PSOL) – Ausência de quitação com a Justiça Eleitoral

Senador

  • Francisco Cláudio Sant´anna (PSOL) – deixou de comprovar pedido de desincompatibilização
  • Maria de Lourdes Abadia (PP/PSC/PR/DEM /PSDC/PRTB/PMN/PSDB/PT do B)

Governador

  • Joaquim Roriz (PSC) – Lei da Ficha Limpa
  • Rodrigo Dantas (PSTU) – não comprovou desincompatibilização
  • Agnelo dos Santos Queiroz Filho (PT)
  • Newton Lins Teixeira (PSL)
  • Expedito Carneiro de Mendonça (PCO)

Vice-governador

  • Luiz Carlos de Albuquerque Maranhão (PV) – Ausência de comprovante de escolaridade

(*) Benício Tavares – a ação de impugnação foi pedida por um adversário político do deputado distrital

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui