INTERVENÇÃO NO DISTRITO FEDERAL AINDA É NECESSÁRIA

0
9
Deu em O Globo

Intervenção no Distrito Federal ainda é necessária

Dez chapas se inscrevem para a eleição indireta, marcada para dia 17

De Carolina Brígido e Fábio Fabrini:

BRASÍLIA. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse ontem que a intervenção no Distrito Federal continua indispensável, especialmente por causa da suspeita de que os integrantes da Câmara Legislativa integravam o suposto esquema de corrupção instalado no governo local.

Para Gurgel, a eleição de um novo governador por deputados distritais não resolverá o problema.

Tramita no Supremo Tribunal Federal um pedido de intervenção no Distrito Federal, de autoria de Gurgel. O julgamento da ação não tem data marcada.

— Gostaria muito de poder dizer que, com o passar do tempo, os fatos evidenciaram que a intervenção já não é necessária. Infelizmente, os fatos só têm evidenciado que a intervenção continua extremamente necessária. O envolvimento de uma grande parcela dos integrantes da Câmara distrital preocupa muito e é um dos aspectos mais relevantes no sentido de que a intervenção é indispensável — afirmou.

O prazo para registro de candidaturas nas eleições indiretas terminou ontem com a apresentação de dez chapas. A aposta dos líderes é que, até o dia 17, data do pleito, muitos vão se retirar da disputa.

Um dos candidatos é o governador interino do DF, Wilson Lima (PR), ex-aliado de José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), ex-governador preso desde fevereiro.

Leia mais em O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui