Investigadores de olho em Cedraz

0
11

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou em junho,  o depoimento do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, em inquérito aberto para investigar o filho dele, o advogado Tiago Cedraz,  para apurar irregularidades na construção da Usina de Angra 3. Tanto o presidente do TCU, Aroldo Cedraz, quanto  Tiago Cedraz, foram citados na Operação Lava-Jato.

Tiago Cedraz é figura conhecida em Brasília, onde costuma desfilar sua riqueza e poder. Com a mesma discrição que atuou em causas relacionadas ao TCU, Cedraz age como se fosse autoridade política nos bastidores.

A origem da fortuna e  o apetite político do rapaz surpreendem e despertam a atenção,  principalmente de autoridades que o investigam. O nome de Tiago veio à tona em depoimento do dono da UTC, Ricardo Pessoa, que afirmou fazer pagamentos mensais de 50 mil reais  ao advogado para obter informações do TCU.

O Ministério Público ainda desconfia que o filho do presidente poderia praticar tráfico de influência na Corte de contas, uma vez que atuou em mais de uma centena de processos na casa.

O cerco se fecha contra o filho do ‘poderoso’ presidente do Tribunal de Contas da União?

 

 

 

 

Fonte: Donny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui