Istoé desmente ataque contra Reguffe

3
13

O deputado federal mais votado nas últimas eleições no Distrito Federal, Antônio Reguffe (PDT-DF) foi duramente atacado na semana passada,  quando foi alvo de uma nota da revista IstoÉ, que o acusou de ter sido beneficiado pelos atos secretos do Senado, onde teria sido funcionário fantasma. Só que a revista publicou na edição que está nas bancas uma “correção”, onde nega tudo o que foi publicado.

Leia a íntegra da nota da IstoÉ:

Correção

Diferentemente do publicado na coluna Brasil Confidencial (ISTOÉ 2229), o deputado José Antônio Reguffe (PDT/DF) não foi nomeado por ato secreto no Senado e tampouco foi funcionário fantasma. Reguffe efetivamente trabalhou no período de dois anos que passou no Senado e sua nomeação para a liderança do PSDB foi publicada no “Diário do Senado” em 17/12/1998.

 

 

Fonte: da redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui