MAIS
    HomeNotasJá é tempo de se preparar para o Enem? Especialista esclarece

    Já é tempo de se preparar para o Enem? Especialista esclarece

     

    Ainda sem data prevista este ano, o Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, é uma das provas mais importantes do ano e os estudantes já podem estudar com calma os conteúdos

    O Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, acontece apenas no fim do ano, ainda sem data prevista, mas a prova exige bastante preparação, já que é a porta de entrada para muitos ao Ensino Superior. Com alguns meses à frente para o teste, é necessário mesmo começar os estudos agora? Para o professor Anderson Sousa a resposta é sim. Quanto antes o aluno começar a estudar, melhor se sairá ao final do ano, evitando o acúmulo de conteúdos.

    De acordo com o docente, o Enem costuma testar o conhecimento de toda a vida escolar do discente, por isso, fazer uma preparação prévia e bem organizada é fundamental para chegar em um bom nível no dia do certame. “O ideal é chegar no dia da prova com os conhecimentos de forma equilibrada, ou seja, ter um bom conhecimento em todas as disciplinas”, pondera o professor de geografia. Ele comenta que “no começo do ano é interessante focar nas disciplinas onde a dificuldade é maior para que assim no dia da prova o conhecimento nas disciplinas não esteja muito distante”.

    O que estudar por agora?

    Conforme Sousa, as disciplinas no Enem caem na mesma quantidade dentro das áreas, porém não na mesma proporção. Ele explica que “dentro de geografia, por exemplo, a geografia agrária costuma cair muito mais do que geografia urbana”. “É interessante dentro de cada disciplina o aluno avaliar o seu grau de dificuldade, essas tem que ter uma dedicação maior e também priorizar os assuntos que mais costumam cair”, complementa o docente.

    É o que a estudante Catarina Souza, de 18 anos, está fazendo. Ela conta que reserva pelo menos duas horas do dia para estudar. “É muito importante começar agora a focar nos conteúdos, aprofundar nas dificuldades e principalmente evitar o acúmulo. Por isso, eu faço revisões, uso mapas mentais, vídeo aulas e o mais importante refaço as provas antigas do Enem”, destaca a aluna do 3º ano do Ensino Médio.

    Outra aluna que já está se organizando é Sofia Delgado, de 17 anos. A jovem pontua que para entender e desenvolver melhor os estudos, desde março vem testando novas maneiras de estudar. “A mais eficaz que encontrei foi anotar na aula os conteúdos e depois usar o método pomodoro (gerenciando o tempo baseado em períodos de 25 minutos, com intervalos de 5 minutos) para revisar as anotações e aprofundar nas partes que eu sinto que o Enem irá cobrar”, acrescenta.

    Há técnicas para começar esse estudo?

    Como mencionado por Sofia, o método pomodoro é uma das técnicas utilizadas para absorver o conteúdo. Mas há diversas maneiras. Segundo Anderson, conhecer a teoria é fundamental, porém é crucial que ela seja aprofundada não somente pela leitura. “A resolução de exercícios é uma técnica muito valiosa, principalmente quando o aluno começa a resolver questões mais fáceis, assim ganhando confiança, para depois se dedicar a exercícios de um nível mais alto”, destaca.

    O interessante é que em uma resolução de exercícios, normalmente quando o aluno dedicado erra na hora do treino, o mesmo vai buscar a resolução da questão e dificilmente ele esquecerá aquela parte do conteúdo. “A maioria das matérias dentro de suas áreas, possuem conteúdos que caem de forma contínua, priorizá-los é fundamental, o certame não isenta as conhecidas “surpresas”. Por isso, estudar todo o edital é de extrema importância”, conclui Anderson Sousa, professor de geografia do Colégio Objetivo DF.


    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Deve ler

    spot_img