Janaína Paschoal não vê ofensa de Bolsonaro à jornalista Patrícia Campos Mello

0
177

Em reação às ofensas com insinuações sexuais feitas pelo presidente Jair Bolsonaro à jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo, a deputada Estadual Janaina Paschoal (PSL) diz que “o presidente perde boas oportunidades para ficar calado”.

Nesta terça-feira (18/02), durante uma entrevista em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que a repórter “queria dar o furo a qualquer preço contra mim”.

O ataque foi feito após um ex-funcionário de uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp dizer, sem apresentar qualquer prova, que a jornalista teria tentado “se insinuar” sexualmente para ele em busca de informações. A declaração ocorreu na semana passada, durante depoimento do ex-funcionário à CPMI das Fake News no Congresso

Eleita com recorde de votos pelo PSL, partido que elegeu o presidente, Janaina foi umas das principais apoiadoras de Bolsonaro durante a campanha, mas tem feito críticas pontuais à sua administração desde então.

“Ele tem esse jeitão, não se policia, reitera na prática das grosserias”, diz ela à BBC News Brasil.

A deputada, no entanto, afirma que não vê ofensa de Bolsonaro à jornalista Patrícia Campos Mello como ataque à imprensa, mas como “algo pontual”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui