Leilão do Pré-Sal Campanella terá de explicar irregularidades no DFTrans e protesto contra o pré-sal, no Rio

0
11

 

Enquanto a presidente Dilma Rousseff vem se esforçando para defender o sucesso do leilão do pré-sal, no Campo de Libra, no Rio de Janeiro e estima que a exploração da maior reserva de petróleo do país provocará uma ‘pequena revolução’ no Brasil, da ordem de R$ 15 bilhões, funcionários do Governo do Distrito Federal (GDF) filiados ao Partido Pátria Livre (PPL), incentivado pelo presidente regional Marco Antônio Campanella, diretor-geral do DFTrans, participavam do quebra-quebra na Cidade Maravilhosa, durante o horário em que deveria está trabalhando em Brasília. O grupo retornou à capital da República e foi homenageado pelo confronto contra as Forças Armadas, a Polícia Federal, a Polícia Militar, a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional. Campenella está convocado a prestar declarações na Câmara Legislativa, nesta quinta-feira (31), para explicar irregularidades na pasta. Leia mais

Fonte: Rota de Segurança

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui