LIDE BRASÍLIA RECEBE MARCONI PERILLO

0
14

LidePO 

 Presidido por Paulo Octavio, grupo almoça com o governador goiano e debate o Entorno

LIDE BRASÍLIA recebeu hoje (8 de agosto) o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) para um almoço-debate na residência do co-fundador Antônio Matias, do Grupo Gasol. O centro das perguntas e apresentações foi a Região do Entorno de Brasília, área composta por 20 municípios goianos.

Paulo Octavio, presidente do LIDE BRASÍLIA, começou a saudação a Perillo lembrando os encontros com Agnelo Queiroz, Tadeu Filippelli, Cristovam Buarque e Gim Argello, um dos que mais elogiou o convidado de hoje, pelo trabalho em prol do Entorno. “A gente observa que as cidades da região estão despontando e é importante a sinergia entre Brasília e Goiás, com a participação da classe empresarial. No Encontro L24 do Lide, realizado recentemente em Buenos, Aires, propus um choque de capitalismo no Brasil. O País vai crescer quando tiver uma participação mais efetiva da classe empresarial nas questões nacionais. Quanto mais o empresariado acreditar numa onda de otimismo, a coisa melhora”, defendeu.

Para o presidente do Lide Brasília, várias cidades goanas servem de exemplo para o desenvolvimento do Entorno. “Eu queria, na região, muitas Anápolis. Porque é uma cidade desenvolvida pela presença da indústria farmacêutica, automobilística, da alimentação, da construção civil. E muitas empresas de Brasília estão lá. Porque lá houve uma participação da classe empresarial, que investiu, que pagou impostos e movimentou a economia da cidade. O desafio do Lide Brasília é de incentivar os empresários a colocarem mais recursos no Entorno”, disse, citando os investimentos quee alguns cofundadores já fazem lá. “O recado é o seguinte: queremos participar, queremos contribuir, nos preocupa a questão do Entorno e a classe empresarial pode ajudar”, encerrou, entregando a Perillo a mais recente edição da revista Lide.

Marconi Perillo começou fazendo um balanço do quadro político brasileiro e de suas ações de governo nas áreas de infraestrutura rodoviária, saúde e educação. “Todas as escolas da rede pública do Entorno ou foram ou estão sendo reformadas e vamos fazer mais 40 novas”, revelou. O governador goiano também detalhou medidas para melhorar a segurança e a habitação na região. E concordou com a tese do choque de capitalismo, proposto por Paulo Octavio. “É preciso pegar o que há de melhor no País para nos ajudar”, avaliou.

Outro ponto que recebeu especial atenção foi a saúde no Entorno. “Já entregamos o Hospital de Valparaíso e estamos terminando de resolver imbróglios, com a ajuda decisiva do ministro Alexandre Padilha e dos prefeitos, em torno dos hospitais de Santo Antônio do Descoberto e em Águas Lindas, que duram mais de dez anos. Os prefeitos estão passando os hospitais para o governo estadual e vamos ter ajuda financeira para terminar e equipá-los. Quando prontos, eles vão desafogar os hospitais de Brasília”.

Para a segurança pública na região, fator que ainda afugenta muitos investimentos, Marconi detalhou os planos. “Vamos trazer mais contingentes e comandantes mais duros, para enfrentamento dos traficantes e estamos trabalhando para fazer convênios com o governo federal, porque precisamos ajuda em relação aos inquéritos e mais policiais. Estamos construindo presídios em Águas Lindas, Formosa, Planaltina de Goiás e Novo Gama, para 400 pessoas. Sabemos que os problemas são graves, mas os estados arcam sozinhos com isso. Precisamos mudar esse quadro e garantir apoio do governo federal, com dinheiro, para a segurança do cidadão”, completou, reconhecendo o trabalho do senador Gim Argello (PTB-DF) na liberação dos recursos federais para o Entorno, da ordem de R$ 3 bilhões.

O almoço-debate foi prestigiado pelos senadores Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Alvaro Dias (PSDB-PR), pelos deputados federais Izalci Lucas (PSDB-DF) e Luiz Pitiman (PMDB-DF) e pelos prefeitos goianos de Águas Lindas, Hildo do Candango; da Cidade Ocidental, Giselle Araújo; de Valparaíso, Lucimar Nascimento; e de Santo Antônio do Descoberto, Itamar Lemes do Prado. O presidente do Lide Goiás, André Rocha, também esteve no encontro. Também compareceram ao almoço o diretor regional da TV Record, Carlos Alves, o representante do Governo de Goiás no DF, André Clemente, e outros 15 empresários convidados.

Além de Paulo Octavio e Antônio Matias, estiveram no almoço os associados Adelmir Santana (Mirante Empreendimentos Imobiliários), Antônio Augusto de Moraes (Rede Free Corner), Liliane Coutinho Barbosa (Iesb), Ennius Muniz (Conbral), Erickson Blum (Hospital Brasília), Fernando Adriano (Grupo Brasal), Glauco Santana (Mirante Empreendimentos Imobiliários), Gil Pereira (Grupo Emplavi), Jamil Elias Suaiden (FJ Produções), Janete Vaz (Laboratórios Sabin), José Celso Gontijo (JC Gontijo), Laura Oliveira (LMO Comércio de Alimentos), Luiz Coimbra (Tass Alarmes), Marcelo Machado (Grupo Smaff), Nadim Haddad (Hadco Comércio de Alimentos), Olair Francisco (Grupo Agittus), Osório Adriano Neto (Brasal Participações), Renato Matsunaga (Grupo Premium/Jornal de Brasília), Ruy Coutinho do Nascimento (Latinlink Consultoria) e Wilson Granjeiro (Grancursos).

 

SOBRE O LIDE

Fundado em junho de 2003, o LIDE – Grupo de Líderes Empresariais é uma organização de caráter privado, que reúne empresários em nove países e quatro continentes. Atualmente tem 1.300 empresas filiadas (com as unidades nacionais e internacionais), que representam 49% do PIB privado brasileiro. O objetivo do Grupo é difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil e no exterior, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para educação, sustentabilidade e programas comunitários. Para isso, são realizados inúmeros eventos ao longo do ano, promovendo a integração entre empresas, organizações, entidades privadas e representantes do poder público, por meio de debates, seminários e fóruns de negócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui