Low carb e Velashape: dupla para reduzir a gordura corporal

0
7

 

Unir cuidados com a alimentação a tratamentos estéticos é uma boa estratégia para deixar o corpo em forma para o verão

Os dias têm ficado cada vez mais quentes, já anunciando a estação mais ensolarada do ano. Para curtir o verão ao máximo, é importante sentir-se bem consigo mesmo, sem medo dos biquínis e sungas. Uma estratégia é aliar cuidados com alimentação a tratamento estéticos. Essa união, inclusive, ajuda a garantir resultados mais duradouros. Se o objetivo for perder gordura corporal, boas opções são as sessões de Velashape III e as dietas low carb.

– Estética

O Velashape III é a última geração desse tipo de equipamento. Ele é indicado para reduzir gordura localizada, celulite, flacidez e retenção de líquidos. “Ele quebra as células de gordura, que depois são eliminadas pelo organismo. Essa versão mais nova tem uma potência maior”, explica o dermatologista Erasmo Tokarski.

Para atingir esse efeito, o Velashape combina quatro recursos ao mesmo tempo: LED infravermelho, que aquece o tecido até uma profundidade de 3 milímetros (mm); radiofrequência, que atinge uma profundidade de 20 mm; roletes mecânicos, para massagear o corpo; e vácuo, que intensifica e focaliza a energia nas áreas tratadas, como abdômen, glúteos, coxas e braços.

“Antes, existiam equipamentos a vácuo que provocavam um pouco de flacidez, porque usavam uma pressão muito forte. Hoje, o vácuo é empregado na medida certa, servindo para aprofundar os efeitos do equipamento e melhorar a circulação”, comenta o especialista.

Geralmente, são realizadas quatro sessões de duração de uma hora, dependendo do objetivo de cada caso, com periodicidade quinzenal. O tratamento não apresenta efeitos colaterais e não precisa de tempo de repouso.

– Nutrição

Houve um tempo em que as gorduras eram consideradas as grandes vilãs do emagrecimento. Hoje, a história é diferente. O objetivo de muitas pessoas tem sido diminuir a ingestão de carboidratos, por meio das dietas low carb. E a razão principal é justamente perder gordura.

O nutricionista Daniel Novais explica essa relação: “Os carboidratos são responsáveis por fornecer glicose, uma das nossas maiores fontes de energia. O problema é que, em excesso, ela é armazenada na forma de gordura.” É por isso que uma das melhores formas de ‘secar’ não é cortar os alimentos gordurosos e sim diminuir os carboidratos. “Quando eles faltarem, o corpo vai utilizar a gordura como fonte de energia”, descreve. A proposta low carb é priorizar as proteínas e boas fontes de lipídeos.

Outro benefício é evitar os picos de glicose. “Muitos carboidratos têm um alto índice glicêmico, ou seja, eles são digeridos rapidamente e aumentam de forma mais brusca a taxa de glicose no sangue. Assim, a pessoa sente fome mais cedo”, afirma o nutricionista. Ele acrescenta que, além de prolongar a saciedade, o low carb pode ser recomendado para pessoas que precisam de um cuidado extra com o açúcar no sangue, como é o caso dos diabéticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui