Lula deve acatar fim da saidinha

Após a aprovação do texto final do projeto que acaba com a saída temporária de presos em datas comemorativas, finalizado na Câmara dos Deputados na semana passada, o  presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está diante de um grande impasse: sancionar ou não.  O  chefe do Executivo tem 13 dias para sancionar ou não a proposta, que pode virar lei.

Com a popularidade no chão, Lula não terá outra saída a não ser sancionar a Lei que definitivamente trará mais tranquilidade para a população, uma vez que a cada saidinha, crimes acontecem e muitos detentos não retornam à prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui