Mamata

1
14

 

Artigo 1° – Fica aberto ao Fundo da Procuradoria Geral do Distrito Federal crédito suplementar no valor de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) para atender à programação orçamentária indicada no anexo II. Este é o primeiro artigo do Decreto 37179/2016, que disponibiliza R$ 1 milhão para o pagamento de honorários advocatícios à PGDF. Fizeram concurso para defender o Estado e, ao desempenharem suas funções, recebem honorários, além de seus salários. A pergunta é: não seria melhor contratar bons escritórios de advocacia particular, pagando os devidos honorários, e se livrar de uma pesada folha de pagamento – incluindo uma bela aposentadoria ao fim da carreira – que sustenta toda uma pomposa Procuradoria Geral?

 

Também quero

Ser procurador do DF é o melhor dos mundos: ele pode advogar em escritório particular, trabalha meio expediente e ainda recebe honorários pelo trabalho pelo qual ele já é remunerado mensalmente. E bem remunerado.

 

 

Fonte: Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui