Maré de projetos sobre segurança

0
7

fraga

 

 

 

 

O deputado brasiliense Alberto Fraga (foto) inaugurou seu novo mandato de forma monotemática. Apresentou 31 projetos sobre questões de segurança pública. Quase metade refere-se a questões corporativas, como promoções de policiais militares ou porte de arma por agentes de medidas socioeducativas, aqueles responsáveis por menores infratores. Os demais versam sobre criminalidade ou sobre endurecimento da legislação sobre execuções penais.

Com todos os Bolsonaros
Um dos projetos de Fraga, inclusive, foi apresentado conjuntamente com os deputados Jair Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro, pai e filho. Torna obrigatória a revista pessoal a visitantes de presos. Pode ser feita mediante equipamentos de segurança capazes de identificar armas, explosivos, drogas e outros objetos, produtos ou substâncias proibidas. No entanto, qualquer pessoa que venha a ter contato direto com o preso durante a visita social ou íntima deverá passar por revista manual. É uma tentativa de bloquear iniciativas, como a tomada pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro que proibiu a revista manual, segundo eles “sob uma falsa defesa da dignidade da pessoa humana e em prol do politicamente correto” Fraga e os Bolsonaro argumentam que são rotineiras as situações em que presos se comunicam com comparsas fora dos estabelecimentos prisionais, usam drogas, utilizam armas em rebeliões, dentre outros atos ilícitos oportunizados por entregas logicamente ocorridas durante visitas e entrevistas.
Fonte: Eduardo Brito/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui