Mensalão do DEM: Aylton Gomes tem os direitos políticos cassados

0
12
O deputado terá que devolver mais de R$ 1,9 milhão aos cofres públicos em multa

 

Almiro Marcos

 

A defesa de Aylton Gomes informou que vai recorrer da decisão (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
A defesa de Aylton Gomes informou que vai recorrer da decisão

A 3ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) condenou, nesta quarta-feira (7/5), o deputado distrital Aylton Gomes (PR) por improbidade administrativa por participação no esquema conhecido como Mensalão do DEM. Ele teve os direitos políticos cassados por 10 anos e ainda terá de devolver mais de R$ 1,9 milhão aos cofres públicos em multa, danos morais coletivos e por enriquecimento ilícito.

A decisão foi por unanimidade e modificou apenas em alguns valores a decisão anterior, de 1ª instância da 2ª Vara da Fazenda Pública, do ano passado. A defesa já informou que vai recorrer ao STJ.

Segundo investigações da Polícia Federal e do Ministério Público e também na delação do delegado aposentado Durval Barbosa, o esquema teria se caracterizado pela compra de apoio político, por parte do governo, de deputados distritais e outras autoridades.

Até agora, já receberam condenação de segundo grau os ex-distritais Eurides Brito, Júnior Brunelli e Rogério Ulysses. Devem ser julgados em breve os distritais Rôney Nemer (PMDB) e Benedito Domingos (PP).

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui