Ministério Público do DF estuda pedir a prisão preventiva do pastor Fadi Faraj

0
854

Segundo fontes, para garantir a ordem e permitir que outras eventuais vítimas possam procurar o Ministério Público, sem sofrerem represálias quanto à sua integridade física e até a própria vida, o MPDFT estuda pedir a imediata prisão preventiva do fundador e presidente da Igreja Comunidade Cristã Ministério da Fé, Fadi Fayes Faraj.

Casos semelhantes ocorridos com líderes tarados de conhecidas religiões exigiram a imediata prisão dos mesmos. O médium João de Deus é um exemplo em Goiás. O também médium Santo Lacava foi preso em Limeira,  São Paulo. Após a prisão de João de Deus, várias vítimas compareceram à delegacia e ao MP para denunciar o sujeito. Solto, as vítimas tinham medo de se expor, com receio de serem ameaçadas e até mesmo mortas.

O pai de santo Oli Santos da Costa também foi preso por crimes sexuais em Goiás. O pai de santo, Francisco Aucivan Pereira Linhares, vulgo pai Francisco, foi preso em Ibiapina, Ceará.

No Rio Grande do Norte, na cidade de Marcelinho Vieira, o padre Francisco Claudenes Alves Ciríaco, foi preso por abuso sexual e estupro de vulnerável.

O Padre Cláudio Cândido Rosa, da cidade de Presidente Epitácio, São Paulo, teve a prisão preventiva decretada por abuso sexual.

Já o pastor Wagner Martins Pereira, de Uberlândia, Minas Gerais, também foi preso por violação sexual contra fieis na cidade.

Portanto, quando o sujeito é tarado, não tem jeito. E quando posa de líder espiritual então, aí o bicho pega. É preciso mesmo separar o joio do trigo. E aqui, neste Blog, há tempos venho falando de pseudo-líderes que se acham acima da lei e de todos, inclusive acima de Deus. Acontece que Deus  é implacável com aqueles líderes que possuem vida dupla.

Segundo informações, os Faraj são conhecidos por intimidar e ameaçar testemunhas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui