MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA CODHAB

3
8

O Ministério Público do DF investiga existência de funcionários  fantasmas na Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab).  Adalberto Monteiro, presidente do Partido Republicano Progressista (PRP) na capital, que recebe R$ 14,4 mil pela CLT (FGTS, 13º, auxílio-alimentação, férias) e foi indicado pelo então presidente José Luiz Naves, é um dos investigados. Ele também foi acusado pelo ex-secretário de Relações Institucionais do GDF, Durval Barbosa, de ter recebido R$ 200 mil para que seu partido apoiasse a candidatura de Arruda, em 2006, ao governo do DF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui