MP pede arquivamento de denúncia de Celina contra Liliane

0
14

Não é comigo

Por Ana Maria Campos-Eixo capital/Correio Braziliense

 

O Ministério Público do Distrito Federal pediu o arquivamento do inquérito por falsidade ideológica contra a deputada Liliane Roriz (PTB) que tramita na 5ª Delegacia de Polícia (DP). Em representação, Liliane é acusada por Celina Leão (PPS) de inventar uma versão fake sobre a venda de uma emenda parlamentar para pagar empresa na área de saúde, base da denúncia por corrupção da Operação Drácon.

Para a vice-procuradora-geral de Justiça do DF, Selma Sauerbronn, os fatos em questão foram objeto de apuração e não há justa causa para nova investigação. Como Liliane tem foro especial, todas as diligências passam pelo Conselho Especial do Tribunal de Justiça. Ao receber o parecer do MP, o relator do caso, desembargador Getúlio Moraes Oliveira, enviou o processo ao delegado-chefe da 5ª DP, Rogério Henrique Oliveira, para que se pronuncie antes da decretação do arquivamento. O delegado deverá devolver hoje o processo à Justiça, apenas com um despacho de que está ciente da manifestação do MP. Em seguida, caso encerrado.

 

Não é comigo

 

A deputada Celina Leão (PPS) afirma que não tem qualquer relação em articulação contra a colega Sandra Faraj (SD), que está no olho do furacão em denúncias envolvendo seu gabinete. “Não é o meu perfil”, afirma Celina.