Mulheres acusam líder espiritual por abuso sexual e psicológico

0
47

Jair Tércio Cunha Costa, de 63 anos, é ex-grão-mestre de uma loja maçônica na Bahia. Ministério Público local investiga denúncias

REPRODUÇÃO/ FANTÁSTICO

 

O líder espiritual Jair Tércio Cunha Costa, de 63 anos, ex-grão-mestre de uma loja maçônica na Bahia, é acusado de abuso sexual e psicológico por ao menos 14 mulheres. As informações são do portal G1.

As denúncias são investigadas pelo Ministério Público da Bahia (MPBA). Uma das vítimas é a pedagoga Tatiana de Amorim Badaró, que disse ter buscado amparo emocional com o líder espiritual após ficar grávida, quando tinha 16 anos de idade.

A mulher contou que foi abusada entre 2002 e 2014. “Ele se aproveitou de um momento de extrema fragilidade. A partir daí eu perdi minha vida”, contou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui