NA MIRA DA ARAPONGAGEM

6
6

1306873259.jpg

A incompetência atrelada à prepotência alimentam  as mais sórdidas práticas que pensávamos há muito abolidas de nossa sociedade.
Como já noticiamos, os arapongas de plantão estão investigando todos aqueles que se insurgem contra o novo velho caminho. Liberdade de imprensa no DF tornou-se apenas um sonho distante para aqueles que não são indultados pelas hostes do Palácio do Buriti.
O intenso esforço para calar as mídias alternativas que não comungam com o desgoverno tem chegado às raias do desespero. A intimidação avança sobre todos aqueles que de alguma forma não enveredam pela estrada do novo caminho, não importando a honra, liberdade, família, urbanidade, Estado Democrático de Direito e demais conceitos que tanto lutamos para preservar.
O primeiro atingido pelo exército de arapongas, foi o Jornalista José Seabra, antes considerado amigo intimo do Sr. Governador durante muitos anos. Ou Agnelo vai também querer nos desmentir como fez recentemente com seu companheiro?
Seabra passou a ser apontado publicamente como desconhecido, chantagista, louco, desequilibrado e por fim ameaçado.
Nós, estamos aguardando o nosso dossiê…
O Blog Brasíliaemoff,  também não podia ficar de fora da relação de perseguidos pelos arapongas, considerando a linha editorial de expor as mazelas do governo  e a triste situação da população. Pois bem,  foi o alvo da semana que se inicia. Tanto fizeram para tentar descobrir quem eram seus responsáveis, que conseguiram publicar Nota na coluna “Do Alto da Torre” do Jornal de Brasília, afirmando que haviam descoberto seus verdadeiros autores.
Veja aqui a Carta aberta ao Sr. Governador Agnelo Queiroz publicada no “Brasiaemoff”
A nós cabe a solidariedade ao blog arapongado, como já fizemos com o jornalista José Seabra e faremos com outros que vierem a sofrer o mesmo tipo de ataque.
Do jeito que vai, Agnelo passará pela história do Distrito Federal bem mais rápido que se pensa.

Fonte: Blog do Sombra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui