No DF, clima esquenta entre Legislativo e Executivo

0
62

Nesta segunda-feira (8), o  clima definitivamente esquentou pra valer entre o governador Ibaneis Rocha (MDB) e a Câmara Legislativa do DF.

Ibaneis expôs seu descontentamento com um grupo de deputados distritais que estaria dificultando a aprovação de dois projetos de lei de autoria do Executivo considerados muito importantes no processo de resgate econômico do Distrito Federal.

Ibaneis está com dois ofícios assinados, datados e prontos para serem entregues ao presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), deputado Rafael Prudente (MDB), comunicando a retirada dos projetos que criam o Programa de Incentivo à Regularização Fiscal do Distrito Federal (Refis) e o Programa Emergencial de Crédito Empresarial do Distrito Federal (Procred).

E ambos convergem no motivo: “Ausência de interesse da Câmara Legislativa do Distrito Federal em analisar com a devida importância que o mesmo requer, visto que foram apresentadas diversas emendas que desfiguram integralmente a finalidade do projeto, que é de possibilitar a recuperação econômica do Distrito Federal neste tempo de crise”.

“Não vou deixar esta turma de meia dúzia de deputados distritais me pressionar para entrar em um jogo de troca-troca. Não estou disposto a barganhar. O Distrito Federal precisa destes recursos, estamos falando da ordem de R$ 500 milhões de receita que poderia ajudar os mais necessitados neste momento dramático de pandemia. Mas uma turma de distritais segura a aprovação dos projetos porque quer negociar tudo. E eu não vou aceitar”, disse Ibaneis à coluna Grande Angular, do portal Metrópoles.

Segundo informações,  a lua de mel entre o governador do DF e a CLDF acabou. Pelo visto, já está em processo de separação…

Afinal de contas, tem um grupo que sonha ver o presidente da Câmara, deputado Rafael Prudente no lugar de Ibaneis em 2022. E o Buriti definitivamente não compactua com algumas articulações quase ocultas de distritais que tentam prejudicar o governo de Ibaneis, através da recente letargia para aprovar alguns projetos do governo.

A disputa eleitoral de 2022 já começou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui