Nota contra a imprensa no site do TJSP é retirada

0
6

 

DE SÃO PAULO

Ouvir o texto

A conselheira Ana Maria Brito, do Conselho Nacional de Justiça, determinou ao Tribunal de Justiça de São Paulo a imediata retirada da nota publicada no site do tribunal: “Sartori acredita no sucesso de Nalini e repudia a imprensa mendaz”.

A decisão liminar foi tomada na última sexta-feira, atendendo pedido do site especializado “Migalhas”. O tribunal retirou a notícia.

Na nota, o presidente Ivan Sartori critica reportagem da Folha sobre a eleição do desembargador José Renato Nalini. O presidente do TJ-SP afirmou que o jornal “asseverou, falsamente, que ele teria usado a máquina contra Nalini”. “Sempre me mantive absolutamente neutro”, afirmou na nota.

O jornal publicou que Nalini “derrotou dois adversários: Paulo Dimas [Mascaretti], que tem boa imagem na magistratura, e o presidente Ivan Sartori, que tinha a máquina do tribunal”.
Na nota, Sartori também lamentou “os ataques insistentes e covardes” que vem sofrendo do “Migalhas”.

O site diz que a atual gestão tem se envolvido em fatos polêmicos questionados pelo CNJ. Argumentou que a divulgação desses fatos tem sido interpretada erroneamente como perseguição.

A conselheira do CNJ determinou a retirada, até o julgamento final, com base no “resguardo dos princípios da impessoalidade e interesse público que orientam a
administração pública”.

 

 

Fonte: Folha

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui